Artboard Created with Sketch.

Salone adiado: relembre as melhores ações da MDW dos últimos anos!

Com o anúncio da suspensão do Salone del Mobile 2020, separamos para você os melhores lançamentos que já vimos em Milão. Confira!

 (Reprodução/CASACOR)

Maior feira comercial de móveis do mundo, a Milan Design Week 2020 está sofrendo os percalços da COVID-19. Na última sexta-feira (27), os organizadores divulgaram que seu principal evento, o Salone del Mobile, foi suspenso e passará a ocorrer entre os dias 13 e 18 de abril de 2021.

Enquanto as novidades no setor ainda permanecem distantes no nosso calendário, separamos os eventos e lançamentos mais incríveis que aconterecem em Milão nos últimos anos e listamos logo abaixo para você relembrar. Confira!

 (Monica Ferreri/CASACOR)

O melhor da Milan Design Week 2017 eleito por CASACOR

Em 2017, a redação da CASACOR selecionou os maiores destaques que rolaram pela MDW naquele ano. Entre nossos 20 preferidos, aparecem Tom Dixon, Nendo e Pierre Cardin — nomes que foram sucesso absoluto na semana. Na foto, a coleção Objets Nomades da Louis Vuitton, que ganhou 10 novos itens assinados por designers como os irmãos Campana, Nendo e Patricia Urquiola. Confira no link!

Milão 2016: Nendo cria instalação com cadeiras inspiradas em mangá

O estúdio japonês expôs uma instalação com 50 cadeiras de metal no Chiostro Minore di San Simpliciano. Abaixo delas, apenas um grande quadrado branco, que deixava em evidência a inspiração nas linhas abstratas dos mangás do fim do século XIX. O resto do terreno foi acarpetado de preto, criando um contraste com a arquitetura antiga do prédio. Veja mais aqui.

 (Divulgação/CASACOR)

Irmãos Campana e Melissa assinam escultura de crochê reciclado na MDW2019

Somando dois metros de altura, a escultura assinada pelos irmãos Campana foi produzida com mais de 17 mil fios de PVC reciclados dos sapatos e acessórios da marca Melissa. A transformação do plástico na trama de crochê aconteceu em parceria com 20 coletivos e artistas nacionais, como a ONG Projeto Arrastão, a ONG Ponto firme e o músico Seu Jorge, confira.

Piazza Duomo é palco de evento de conscientização sobre a fome

A ação realizada pela ONG Cefa Onlus levou cerca de 10 mil pratos vazios ao Piazza Duomo, em Milão, para instigar a conscientização sobre o problema da fome da África. A instalação trazia os pratos invertidos, que quando virados, revelavam o rosto de uma mulher africana desenhada pelo cartunista Altan. Veja mais.

MINI apresenta modelo de apartamento compartilhado na MDW 2016

A marca de automóveis MINI apresentou um modelo de moradias compartilhadas na MDW 2016. A instalação, desenhada pelos arquitetos da ON design, apresentava um apartamento de 30 m², que faria parte de uma micro-vizinhança dentro de um grande edifício residencial, confira.

 (Reprodução/CASACOR)

Tokujin e LG levam o futuro resplandecente para a MDW 2017

A LG estreou na Milan Design Week em 2017 com a instalação S.F_Senses of the Future, em parceria com o designer japonês Tokujin Yoshioka. Como um sonho futurista, que trazia imersão em luz e tecnologia, a instalação era composta por 17 cadeiras incandescentes, feitas de painéis de OLED ultra-finos — um tipo de fonte de luz que criava iluminação através de uma superfície e não de um ponto. Confira!

Moooi apresenta novas peças sob o tema “A Life Extraordinary”

A exposição A Life Extraordinary da Mooi levou à MDW 2017 uma atmosfera extraordinária, que explorava o mundo dos interiores com mais de 20 projetos assinados por designers como Maarten Baas, Joost van Bleiswijk, Rick Tegelaar, Luca Nichetto, Bertjan Pot, Frank Tjepkema, Edward van Vliet e Marcel Wanders. Veja mais aqui.

 (Divulgação/CASACOR)

MDW 2017: Árvore escultural que floresce com bolhas de névoa

A COS, marca de roupa sueca, apresentou na MDW 2017 uma experiência inusitada. Criação do Studio Swine, a instalação era formada por uma estrutura semelhante a uma árvore, de onde saíam bolhas que se dissolviam em névoa branca e explodiam. Como uma releitura das cerejeiras tradicionais, a chamada de New Spring contava com seis metros de altura. Leia mais.

Zíper revela interior de exposição de Alex Chinneck para a MDW2019

Sob a visão disruptiva de Alex Chinneck, a instalação arquitetônica ganhou ares de peça de arte sob o símbolo do zíper, que se abria para o interior do edifício. A atmosfera etérea e imersiva foi reforçada por uma luz leve, que vazava entre as aberturas deixadas pelo zíper. No ambiente interno, aberturas inesperadas apareciam por todo pavimento e paredes, veja.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.