IKEA quer usar apenas plástico reciclado em seus produtos até 2030

A empresa já iniciou a substituição de plástico em janeiro de 2020 – agora a ideia é expandir para toda linha de móveis em escala global

Por Redação 17 jun 2021, 10h07
ikea austria viena loja sustentável modular
A gigante de decoração já se mostrava alinhada à sustentabilidade desde o ano passado, com o lançamento de uma loja sustentável com terraço verde em Viena, na Áustria. Divulgação/CASACOR

Já não é mais tão estranho vermos ações de entidades e empresas variadas que visam reduzir o uso de plástico. Na verdade, uma série de pequenas atitudes para substituir o plástico no dia a dia vem sendo adotadas por todos que procuram causar um impacto positivo no planeta a longo prazo.

A IKEA não está fora disso. A loja de mobiliário conhecida no mundo todo revelou sua nova meta nesta jornada sustentável: utilizar apenas plástico reciclado ou de fontes renováveis em todos seus produtos até 2030.

Segundo Alexander Grouleff, líder de projeto de produtos de plástico reciclado e renovável da IKEA, “o plástico é um material durável e de bom valor que pode ser usado em muitas aplicações diferentes. Precisamos ter certeza de que o plástico que usamos vem de fontes renováveis ​​ou recicladas“.

A loja já iniciou a eliminação de plástico descartável em seus produtos da linha global de móveis em janeiro de 2020, incluindo itens como pratos, copos e canudos plásticos. Agora a ideia é expandir para todos os produtos a utilização de plástico proveniente de fontes renováveis, como milho, beterraba sacarina e cana-de-açúcar.

“Queremos nos tornar circulares em todos os aspectos. Encontrar novas maneiras de trabalhar com materiais reciclados é fundamental, e usar o lixo como recurso nos leva um passo mais perto de um futuro mais sustentável“, afirmou a empresa.

Continua após a publicidade
Publicidade