Casa feita com recicláveis tem sistema aquapônico e jardim na cobertura

A casa foi construída com materiais recicláveis e ainda possui no seu interior um lago para peixes

Por Yeska Coelho Atualizado em 21 jun 2021, 13h22 - Publicado em 21 jun 2021, 15h00
Welcome to the jungle house
Murray Fredericks/CASACOR

Uma casa feita com materiais recicláveis foi construída em Sydney, na Austrália. Batizada de Welcome to The Jungle House, o espaço conta com um sistema aquapônico, um tipo de lago artificial com peixes, e uma horta localizada na cobertura.

À frente do projeto, a CplusC Architectural Workshop investiu em placas solares para economizar energia e tornar o espaço mais sustentável; além disso, tanques para percas comestíveis (perfeitos para compostagem) foram instalados com o objetivo de reduzir o desperdício. O estúdio responsável pela criação da casa teve a ideia e a desenvolveu como uma forma de exibir um estilo de vida sustentável em meio a cidade.

Welcome to the jungle house
Murray Fredericks/CASACOR

A casa também possui um sistema de drenagem para captar e filtrar a água da chuva a fim de utilizá-la no lago de peixes, que está disposto entre a fachada externa da casa e a camada interna do primeiro andar. O recurso, além do lago, serve também para irrigar e fertilizar o jardim.

Welcome to the jungle house
Murray Fredericks/CASACOR

“Com muita colaboração entre nossos encanadores, paisagistas, automador residencial, irrigação e empreiteiros de sensores meteorológicos, fomos capazes de garantir que o sistema fosse configurado totalmente integrado e sem grandes contratempos”, afirmam os responsáveis do projeto da CplusC Architectural.

Lago para peixes comestíveis na Welcome to the jungle house
Murray Fredericks/CASACOR

Apesar da proposta, os arquitetos comentaram sobre os incêndios catastróficos na Austrália no início do ano. Eles afirmam que o desastre formou uma camada de cinzas que caiu sobre o tanque aberto e ocasionou a morte de todos os peixes.

“Temos que esperar até meados da primavera para poder reintroduzir peixes no sistema, então a oportunidade de colher peixes totalmente crescidos ainda está para acontecer”, afirmam.

Continua após a publicidade

A ideia é que os peixes sirvam de alimentos para os moradores quando estiverem em um bom tamanho, reforçando a ideia de um consumo consciente.

Welcome to the jungle house
Murray Fredericks/CASACOR

A casa foi construída em um terreno que continha uma moradia abandonada. Após demolida, os arquitetos entraram em cena com propostas mais verdes para construir um local despojado e sustentável. A fachada rebocada em massa foi projetada para que a casa se encaixasse no patrimônio histórico. Uma entrada mais moderna em estilo de painel está na parte traseira.

Welcome to the jungle house
Murray Fredericks/CASACOR

Do lado de fora, há grades de plástico reforçado em tons de verde claro para proteger a plantação de vinhas de maracujá, mas não barra a entrada, já que o objetivo é que os vizinhos consigam adentrar para colher os frutos.

Welcome to the jungle house
Murray Fredericks/CASACOR

“A arquitetura fez uma tentativa deliberada de conectar as crianças diretamente com suas fontes de alimentos para conter o distanciamento das fontes de alimentos que as atuais gerações de moradores da cidade desenvolveram como resultado de nossos sistemas agrícolas industrializados insustentáveis”, disse CplusC Architectural Workshop.

O espaço possui várias integrações que permitem máxima interação dos moradores com o jardim, como a área de estar e jantar que se abrem para um terraço ao ar livre por meio de uma escada dobrável que leva ao jardim da cobertura e à horta.

Fonte: Dezeen

Continua após a publicidade
Publicidade