6 projetos de CASACOR em que o cobogó foi protagonista na decoração

Você sabia que os cobogós têm origem brasileira? Confira ambientes lindos que passaram pela CASACOR trazendo elegância e um clima tropical

Por Yeska Coelho Atualizado em 25 Maio 2021, 10h40 - Publicado em 25 Maio 2021, 09h00
cobogó utilizado na sala de estar
Denilson Machado/CASACOR

Os cobogós são um tipo de elemento decorativo nascido em solo brasileiro e popularizados na década de 50 que cada vez mais vem sendo incorporados na decoração de interiores por seus muitos benefícios, como oferecer maior ventilação e entrada da luz no espaço. Cores, tamanhos e formatos diferentes… Quem quiser investir nesse elemento pode ficar tranquilo, pois existem diversas opções e modelos para combinar com a decoração desejada.

Entre as muitas vantagens de incorporar o cobogó na decoração, o apelo estético e a luminosidade são os principais. Para provar como investir nesse revestimento pode garantir espaços super sofisticados, separamos para você ambientes da CASACOR com cobogós para se inspirar:

casacor rio de janeiro 2021 rj ambientes decoração arquitetura mostras up3 michelle wilkinson thiago morsh cade marino

A Casa Up, da UP3 Arquitetura, é um dos mais belos destaques da CASACOR Rio 2021. Com uma combinação certeira de cores que inspiram aconchego e frescor, o cobogó faz bonito ao levar charme e elegância ao projeto. Localizado na área externa da residência, ele filtra a luz levando conforto térmico à sala de estar, além de uma textura inovadora ao projeto.

casacor são paulo naomi abe ladrilho hidraulico decoração arquitetura

Um ambiente cujo objetivo era transparecer brasilidade não poderia deixar de ter o cobogó como aliado à decoração de interiores. A Sala de Jantar de Naomi Abe trouxe o clima tropical do Brasil para dentro da CASACOR São Paulo 2018. Cores e formas foram muito bem exploradas no espaço, onde o cobogó foi aplicado em todas as paredes com o objetivo de reforçar a brasilidade da decoração.

Estúdio Hygge por Melina Romano
Denilson Machado/CASACOR

Um projeto delicado e charmoso que investiu no cobogó para compor um mix de texturas na parede foi o Estúdio Hygge, de Melina Romano para a CASACOR São Paulo 2019. Como resultado, uma decoração criativa e equilibrada em seus elementos, sem nunca perder sua essência.

Continua após a publicidade

Com uma paleta que transita entre diferentes tons naturais, o cobogó era o que faltava para criar uma atmosfera perfeita de conforto, proteção e sociabilidade – características fundamentais para a designer de interiores e a proposta hygge que trouxe com o seu projeto.

cobogó em ambiente feito por Léo Shetman para o CASACOR São Paulo
Denilson Machado/CASACOR

Com uma proposta elegante, somada à geometria que leva dinamismo ao projeto, Leo Shehtman inovou com uma parede de cobogó para criar um espaço cheio de policromia. Chamada de Casa Arcos, o nome lhe cai bem, especialmente com o clima nada ortodoxo que o especialista trouxe para a mostra paulista de 2018.

Juliana Santana CASACOR Brasília 2015
Hakuo Mikami/CASACOR

A sala de jantar ganhou frescor com uma combinação de madeira com tons mais claros. Para trazer uma atmosfera mais iluminada, a arquiteta Juliana Santana investiu em um cobogó para trazer um clima mais tropical e de quebra melhorar a luz natural no interior do ambiente. O projeto foi exibido no CASACOR Brasília 2015.

Casa Finitura - Deborah Pinheiro. Brasília 2019
Edgar César/CASACOR

Perfeito para ambientes externos, o cobogó compõe espaços criativos trazendo inovação e elegância. Prova disso é o projeto Casa Finitura, por Deborah Pinheiro. O projeto foi exibido no CASACOR Brasília 2019. A especialista optou unir o cobogó a uma área externa com cores neutros. A combinação ficou super harmoniosa e bonita.

Continua após a publicidade

Publicidade