Phillip K Smith III une prédios com ponte luminosa de LED

A ponte conecta o 16º andar dos prédios comerciais Guardian Building e One Woodward desde 1976 e recebeu luzes de LED coloridas que formam padrões dinâmicos

Por Ana Carolina Harada Atualizado em 17 fev 2020, 16h50 - Publicado em 2 out 2018, 15h35
Reprodução Designboom/CASACOR

A arquitetura coorporativa corre um risco permanente de se tornar monótona, sempre usando os mesmos recursos estéticos. Contudo, o artista Phillip K Smith III fez com que o simples ato de atravessar uma ponte se tornasse uma experiência especial. A Detroit Skybridge (Ponte aérea de Detroit) conecta o 16º andar dos prédios comerciais Guardian Building e One Woodward desde 1976. Criada pelo escritório Rossetti Architects, a estrutura recebeu placas luminosas, que formam padrões geométricos e cromáticos.

Reprodução Designboom/CASACOR

Os 30 m de estrutura foram recobertos por luzes de LED, colocadas atrás de painéis translúcidos, com uma mudança dos tons automatizada. Para quem observa a obra de baixo, a impressão é de que os blocos estão caminhando pela passarela de um lado para o outro, um verdadeiro arco-íris urbano. Nas fotografias aéreas, a ponte transforma o entorno, pois cria uma explosão de cores e vibrações no meio das janelas, do vidro e do concreto.

Publicidade