Farol Santander inaugura nova exposição sobre luz e arte

A partir do dia 2 de outubro, Luz e Arte – reflexão e emissão, com instalações de arte imersiva, estarão abertas ao público!

Por Evelyn Nogueira Atualizado em 18 fev 2020, 07h41 - Publicado em 28 set 2018, 18h15
Entreter, de Gisela Motta e Leandro Lima Carol Quintanilha/CASACOR

O Farol Santander, novo centro de empreendedorismo, cultura e lazer no centro de São Paulo, ganha uma nova exposição a partir do dia 2 de outubro! A Luz e Arte – reflexão e emissão ocupará dois andares do prédio até o dia 6 de janeiro.

Entreter, de Gisela Motta e Leandro Lima Carol Quintanilha/CASACOR

Com produção executiva de Julia Brandão e criação e coordenação da Storymakers, duas obras serão expostas: Entreter, de Gisela Motta e Leandro Lima e No Strata do NONE Collective. Cada uma com 330 m², foram dispostas para provocarem questões contemporâneas usando a luz. Assim, provam que a luminosidade não é apenas um item de apoio para o artista, mas pode ser o próprio objeto da obra.

Entreter

Entreter, de Gisela Motta e Leandro Lima Carol Quintanilha/CASACOR

Desenvolvida por Gisela Motta e Leandro Lima, o projeto apresenta um grupo de sete objetos dispostos de forma que a composição completa remeta a um pequeno parque de diversões.

Pequenas estruturas, como a de uma Roda Gigante, Montanha Russa e Carrossel, serão representadas e simplificadas a seus contornos. Dessa forma, as peças são apresentadas como provocadoras visuais e de sentidos – que aguçamos através da observação e da memória.

O movimento audiovisual ganha força nas animações que ocorrem pelos pontos de luz, chamando a atenção do público, que pode, inclusive, passear entre as peças. A obra é acessível para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzidas e deficientes visuais poderão usar audioguias.

NO STRATA

NO STRATA, de NONE Collective Carol Quintanilha/CASACOR

Pela primeira vez a obra NO STRATA, fruto do trabalho do grupo italiano NONE Collective, é apresentada ao público. Uma instalação com módulos de luz e sons pode ser observada por meio de uma passagem nebulosa. De dentro da instalação, o visitante é imerso em uma floresta – composta por 44 módulos vibratórios, feitos de cobre, que produzem som metálico.

Diferentes alturas e materiais compõem a peça: a parte mais baixa é escura e a mais alta é composta por 20 refletores de luzes, que se projetam em placas de cobre e escaneiam o ambiente e o público, como um tipo de radar. Convidados a contemplar a paisagem da cidade em um momento de sinestesia. Essa obra também é acessível.

Direção artística de Facundo Guerra e direção de produção de Angela Magdalena (Madai).

Continua após a publicidade

SERVIÇO – FAROL SANTANDER

ONDE?

Rua João Brícola, 24 / Entrada acessível: Rua João Brícola, 32

QUANDO?

De terça a sábado, das 9h às 20h

Domingo, das 9h às 19h

QUANTO?

R$20 – inclui visitação completa ao Farol Santander

Capacidade por andar: 60 pessoas

Continua após a publicidade
Publicidade