10ª Virada Sustentável SP irá acontecer em formato físico e virtual

Com intensa programação gratuita, as ocupações artísticas irão tomar conta de sete pontos da cidade com uma reflexão sobre sustentabilidade e cidadania

Por Redação - 15 set 2020, 15h42
De maneira lúdica, a intervenção ‘Eggcident’, idealizada pelo artista holandês Henk Hofstra, será abrigada no no Largo da Batata com uma reflexão sobre mudanças climáticas. Divulgação/CASACOR

Pela primeira vez ao longo de suas 10 edições, a Virada Sustentável SP neste ano irá acontecer de forma híbrida: física e virtual, com uma intensa programação gratuita em diversos endereços na cidade de São Paulo. Ocupações artísticas irão tomar conta do Largo da Batata, da Avenida Paulista, do Minhocão, de Grajaú, da Brasilândia, do Jardim Helena e da ‘Rua das 100 Minas’, na Lapa, a partir de 16 de setembro e lá devem seguir até 18 de outubro.

Neste contexto, mais do que nunca, pensar no coletivo, nos limites do nosso planeta e para onde estamos caminhando se tornou essencial. Com essa proposta, o maior evento de sustentabilidade do Brasil irá promover uma reflexão sobre temas como biodiversidade, cidadania, mobilidade urbana, água, direito à cidade, mudanças climáticas, bem-estar, consumo consciente e economia verde, entre outros.

Para marcar a abertura do evento, em 16 de setembro, a projeção Juntes Recriamos o Futuro irá levar mensagens sobre o desejo para o futuro de dezenas de pessoas, organizações e personalidades a empenas de prédios em São Paulo. Estas, também poderão ser vistas simultaneamente em Salvador, Fortaleza, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Manaus. A ação será executada pelo coletivo Projetemos.

Obra do coletivo Projetemos ganhou um tratamento gráfico de um time de designers e ilustradores para ganhar as ruas da capital paulista. Divulgação/CASACOR

Neste ano, para evitar aglomerações e em respeito às orientações das autoridades da saúde, a programação de conhecimento do festival será apresentada de forma digital. As atividades do Fórum Virada Sustentável também contam com tradução em Libras e tradução simultânea nas palestras de convidados internacionais. Diversos nomes foram convidados para refletir sobre economia circular, mudanças climáticas, meio ambiente, futuro do trabalho, diversidade e inovação social, dentre outros. Para participar, as inscrições devem ser feitas pelo site.

A edição paulistana da Virada Sustentável é realizada em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e alinhada aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, agenda de desenvolvimento assinada por mais de 190 países que tem como objetivo determinar o curso global de ações da sociedade, indivíduos e governos, para erradicar pobreza e desigualdade social, promover a saúde e o bem-estar geral, respeito à diversidade, proteger o meio ambiente e enfrentar as mudanças climática até o ano de 2030.

A programação completa pode ser encontrada no site.

Continua após a publicidade
Publicidade