Continua após publicidade

Movimento Fazendinhando capacita mulheres para a construção civil

A iniciativa oferece aulas teóricas e práticas de capacitação profissional para as mulheres do Jardim Colombo em São Paulo

Por Redação
15 set 2020, 12h01
(Divulgação/CASACOR)

O movimento Fazendinhando – projeto de regeneração territorial com desenvolvimento cultural, educacional e social, feito por e para os moradores do Jardim Colombo, em São Paulo – acaba de lançar o Curso de Capacitação Profissional de Azulejista. O objetivo da nova iniciativa é profissionalizar as moradoras do Jardim Colombo para que elas possam ingressar no mercado da construção civil.

(Reprodução/CASACOR)

“Com a qualificação através do Curso aumentam as oportunidades para as mulheres do Jardim Colombo e arredores que sofrem com a falta de emprego e com rendimentos muito reduzidos, situação acentuada na pandemia”, explica Ester Carro, arquiteta e urbanista social e liderança do Fazendinhando. Segundo dados do Ministério do Trabalho, a construção civil aumentou em 50% a presença feminina na mão de obra.

Continua após a publicidade
View this post on Instagram

A post shared by Fazendinhando (@fazendinhando)

A própria Ester será responsável por desenhar os ambientes a serem reformados e seu pai, o líder comunitário Ivanildo de Oliveira Junior, será o instrutor das atividades práticas. Espera-se formar 15 mulheres e reformar 10 espaços do Jardim Colombo na primeira edição.

(Reprodução Instagram @fazendinhando/CASACOR)

Com aproximadamente 15 mil pessoas, o Jardim Colombo fica localizado na Zona Oeste de São Paulo e se diferencia pela sua governança de gestão horizontal e multi comunitária. O Fazendinhando surgiu no final de 2017 com o intuito de transformar um lixão no Parque Fazendinha, dando aos moradores uma área verde de lazer. Além do parque, a iniciativa se desdobrou nos projetos Fazendeiras, que prepara as mulheres para atuação na cozinha e na construção civil, e no Fazendolar, que busca conectar estudantes de arquitetura, engenharia, design e áreas correlatas com a comunidade.

Para colaborar com a iniciativa basta entrar em contato pelo email parquefazendinha@gmail.com ou no site do Fazendinhando.

(Divulgação/CASACOR)
Publicidade