Um loft repleto de cores e boas energias no Rio de Janeiro

O espaço de Leila Bittencourt para a mostra carioca articula cores vivas com os elementos originais da edificação para incentivar a convivência

Por Giovanna Jarandilha - Atualizado em 30 set 2020, 15h12 - Publicado em 30 set 2020, 14h56
Divulgação/CASACOR

Um espaço alegre e cheio de vida, onde bom design aparece ao lado de muitas cores e elementos naturais. O projeto de Leila Bittencourt para a CASACOR Rio de Janeiro 2019 foi feito para conviver e se redescobrir em meio a um vigoroso urban jungle – feito a partir da combinação de vasos pequenos e plantas suspensas dispostas nas mais variadas configurações –, a textura da cerâmica e o calor da madeira. “Seja lá a forma escolhida, o que queremos é nos conectarmos com nós mesmos, com os outros e com a natureza,” explica a arquiteta.

André Nazareth/CASACOR

No Loft Coral #Co.living, as cores aparecem como ponto focal, com destaque para a tendência de pintura em meia parede, que leva mais criatividade e personalidade à decoração. Com uma planta livre e móveis que podem ser reagrupados de diferentes formas, esta sala multifuncional poderia servir tanto a uma família de muitos membros, como na função de sala de um co-living. Para enfeitar uma das paredes, o artista plástico Jozias Benedicto foi convidado a criar uma instalação usando apenas tintas Coral.

Outro detalhe é a forma como a arquiteta tirou partido e ressignificou elementos originais da edificação, como vigas e tubulações. “A iluminação geral do ambiente foi feita reaproveitando as luminárias existentes. Inclusive, usei luminárias que foram descartadas de outros espaços,” revela Leila. Com uma linguagem divertida, o espaço é permeado por elementos lúdicos e cores vibrantes, que energizam todo o décor.

André Nazareth/CASACOR
Continua após a publicidade
Publicidade