Pininfarina assina torre do aeroporto de Istambul, inspirado em tulipa

O projeto, criado com a AECOM e inspirado na tulipa foi, por muitos séculos, um símbolo de Istambul e uma importante referência cultural na história turca

Por Redação Atualizado em 17 fev 2020, 16h41 - Publicado em 5 fev 2019, 13h56
Reprodução/CASACOR

O novo aeroporto de Istambul foi projetado para se tornar o maior do mundo, em termos de capacidade anual de passageiros. O local foi oficialmente inaugurado no último mês, com capacidade inicial de 90 milhões de passageiros por ano, e até sua etapa final, 200 milhões. A torre de controle de tráfego aéreo é assinada pelo estúdio Pininfarina e pela AECOM, que ganharam uma competição internacional para concluir a estrutura em 2016.

Reprodução/CASACOR

A torre de controle de tráfego aéreo combina influências dos setores aeroespacial e automotivo, com elementos evocativos da cultura turca. O empreendimento possui duas áreas de controle distintas, posicionadas em diferentes altitudes. A visão de 360º dos controladores de tráfego aéreo é garantida através de vidros projetados para otimizar a irradiação e o conforto acústico.

Reprodução/CASACOR

O projeto foi inspirado na tulipa que, por muitos séculos, foi um símbolo de Istambul e uma importante referência cultural na história turca. Enquanto isso, a forma elíptica da torre parece ser esculpida pelo vento e influencia todos os aspectos da forma e geometria do edifício técnico abaixo. O átrio central tem uma clarabóia sob medida, típica de prédios históricos turcos, realizada para preencher os espaços através de uma luz brilhante de mosaico.

Reprodução/CASACOR

A configuração interior da estrutura baseia-se no ciclo diário do pessoal que dorme, come, trabalha, aprende, brinca e descansa. As áreas de sono beneficiam-se do sol do início da manhã e evitam a exposição à luz solar intensa, enquanto cada unidade contém uma cama elevada, uma pequena área de estar e instalações de lavagem. Duas áreas de lounge estão localizadas ao lado do átrio central no primeiro andar, oferecendo salas de jantar privativas para os funcionários.

Reprodução/CASACOR

Do ponto de vista ambiental, o projeto da torre leva em conta as fortes mudanças climáticas de Istambul. Por esse motivo, uma análise solar precisa foi realizada para reduzir o consumo de energia da estrutura. O uso de vidro de alta eficiência também foi usado para compensar as necessidades visuais por meio da exploração da luz natural, mantendo um isolamento eficiente. A torre também é capaz de fornecer água quente através de coletores solares e gerar eletricidade no local através do uso de painéis fotovoltaicos. Por fim, um sistema de coleta de águas pluviais foi desenvolvido para reduzir a pegada hídrica do prédio.

Vale lembrar que o Pininfarina assinou as obras da praça da CASACOR Miami 2018, onde foram criadas esculturas com a ajuda de softwares de ponta. Você pode relembrar o ambiente clicando aqui!

Continua após a publicidade
Publicidade