7 livrarias incríveis assinadas pelo escritório X+living

Os projetos remetem a cenários fantásticos que mesclam tetos espelhados, estantes com design original, referências à cultura chinesa e ilusões de ótica

Por Nádia Sayuri Kaku Atualizado em 25 mar 2021, 17h53 - Publicado em 22 fev 2021, 09h00

Fundado em 2011 pela designer de interiores Li Xiang, o escritório X+Living rapidamente ganhou reconhecimento no mundo da decoração (e nas redes sociais!) por seus projetos que mesclam arte, design e arquitetura. Sua estética única – muitas vezes comparada a cenários de filmes de ficção – está presente em mais de 20 projetos em toda a China, entre lojas, restaurantes, hotéis e escritórios. Quando se trata de livrarias, as lojas remetem a cenários fantásticos que mesclam, entre outros elementos, tetos espelhados, estantes com design original, referências à cultura chinesa e ilusões de ótica. Confira abaixo sete projetos assinados pelo escritório.

Barcos entre livros

Livraria Dujiangyan Zhongshug assinada pelo escritório chinês x+living
Feng Shao/CASACOR

A livraria Dujiangyan Zhongshuge fica em Chengdu e impressiona pelo visual: as estantes em formato de C criam arcos que se repetem nos espelhos do teto, assim como as colunas repletas de livros. O piso escuro, junto com os expositores em formato oval soltos pelo espaço, criam uma ilusão de barcos navegando entre os livros.

Bambu e arrozais

Zhongshuge Bookstore, projeto do escritório X+Living
Feng Shao/CASACOR

Ao entrar na Chengdu Zhongshuge, os visitantes são impactados por uma parede de vidro escrita. Mas isso é só o começo do projeto: das estantes de livros que lembram pés de bambu ao espaço infantil com cogumelos, cada ambiente traz uma novidade. Entre as estantes de 5 m de altura revestidas de tijolos vermelhos é possível tomar um café e na sala de leitura, a escada com diferentes alturas remete a terraços de arrozais.

Como num jardim

Beijing
Qingshan Wu/CASACOR

Junto à loja de departamento Lafayette, a livraria Zhongshuge de Beijing utiliza escadas para criar diferentes níveis e criar uma sensação de que o espaço está flutuando. Inspirado nos clássicos “Moon Gates” chineses (passagens de formato circular presentes em jardins), as estantes contam com design circular que dão movimento à arquitetura e conectam espaços. A área de estudos remete a um bambuzal.

Escadas infinitas

Chongqing Zhongshuge é assinado pelo escritório chinês x+living
Feng Shao/CASACOR

Dois tipos de estantes marcam a Chongqing Zhongshuge: as em formato de abajur possuem um espaço em seu interior, criando um local de leitura isolado. E as escadas-estantes criam caminhos que lembram as obras de M.C. Escher e ganham ainda mais amplitude com os espelhos no teto.

Uma cidade para os livros

Shanghai Zhongshuge Reel Store é assinada pelo escritório X+Living
Shao Feng/CASACOR

Seja para representar a agitada Xangai ou simplesmente para criar um clima urbano dentro da livraria, a Shanghai Zhongshuge Reel Store possui faixas de pedestres que indicam a circulação do espaço e também criam uma cidade dentro da loja. Na parede, tubo brancos permitem diversos layouts de exposição de livros. Em outra parte do estabelecimento, estantes de madeira simulam um parque, com direito a bancos e postes de iluminação.

Caverna de livros

Guiyang Zhongshuge Bookstore é projetada pelo escritório chinês X+living
Feng Shao/CASACOR

A Guiyang Zhongshuge Bookstore cria uma espécie de caverna com as estantes: estalactites abrigam livros e ganham reflexos no piso escuro que simula água. Expositores soltos em formato de barco completam o cenário. Em outra parte do estabelecimento, móveis triangulares remetem à montanhas.

Estantes como rochas

Ningbo Zhongshuge, projeto do escritório chinês living+x
Hu Yijie/CASACOR

Na costa da China Oriental, a Ningbo Zhongshuge possui uma fachada de vidro embutida na pedra, que esconde um espaço amplo e aconchegante. As estantes de cores escuras remetem às rochas empilhadas e são organizadas em diferentes alturas. No segundo andar, espelhos e reflexos das linhas retas criam uma sensação infinita e os degraus das escadas funcionam como bancos de leitura. Já para a seção infantil, estantes com desenhos musicais e cores vivas criam um espaço criativo e inspirador.

Continua após a publicidade
Publicidade