Conheça a fantástica biblioteca chinesa projetada pelo MVRD

Projetada pela empresa holandesa MVRDV, a biblioteca de aparência futurista na China possui estantes onduladas e uma grande esfera branca no centro

Por Redação Atualizado em 11 jan 2021, 12h06 - Publicado em 11 jan 2021, 12h01

Visão da entrada da biblioteca.

Em 1941, o indicado ao Prêmio Nobel Jorge Luis Borges escreveu seu famoso conto “A Biblioteca de Babel”. Nele, um vasto universo de livros está contido em um lugar. Se o mundo fictício que Borges criou algum dia se materializasse na Terra, certamente se pareceria com a recém-concluída Biblioteca Tianjin Binhai, no nordeste da China.

Visão lateral da biblioteca. Destaque para a disposição dos livros.
Ossip van Duivenbode/CASACOR

Localizada perto de Pequim, a belíssima biblioteca foi projetada pela escritório holandesa MVRDV. Conhecido por suas estruturas futuristas e não ortodoxas ao redor do mundo (como este conceito de caixa modular semelhante ao Tetris), o MVRDV criou com sucesso um novo design elegante, se não revolucionário, para bibliotecas.

Visão ampla da biblioteca.
Ossip van Duivenbode/CASACOR

O espaço todo em branco, que tem uma qualidade de catedral, apresenta fileiras ondulantes de livros que permitem que os visitantes caminhem entre várias estantes enquanto procuram qualquer título.

Vista externa da biblioteca. Estantes onduladas circundam grande esfera branca
Reprodução Architectural Digest/CASACOR

A energia da biblioteca, entretanto, não vem dos livros, ou das prateleiras onduladas, mas sim do olho esférico situado no meio do edifício.

Estante ondulante de livros.
Ossip van Duivenbode/CASACOR

A biblioteca foi projetada e construída em um período recorde de apenas três anos devido ao curto cronograma imposto pelo município local. Com capacidade de 1,2 milhões de livros, não apenas abriga a leitura, mas também conecta os visitantes a um parque próximo.

Visão lateral da biblioteca
Ossip van Duivenbode/CASACOR

O que é certo é que nenhuma biblioteca no mundo se parece em nada com a biblioteca projetada pelo MVRDV em Tianjin, China. O que não se sabe, porém, é o preço de sua construção, pois o orçamento ainda não foi divulgado.

Continua após a publicidade
Publicidade