Plantas para apartamento: aprenda a trazer a natureza para dentro de casa

Beatriz Quinelato, do elenco CASACOR, explica como cuidar das plantas, quais os cuidados e as melhores espécies para ter dentro de casa

Por Nádia Sayuri Kaku Atualizado em 11 abr 2021, 23h24 - Publicado em 8 abr 2021, 15h00
beatriz quinelato varanda jardim paisagismo decor decoração plantas
Neste projeto assinado por Beatriz Quinelato, carrinhos de chá abrigam vasos de diferentes formatos.  Cris de Rossi/CASACOR

Nunca se ficou tanto dentro de casa como neste tempo de isolamento: a pandemia exercitou o olhar para dentro do lar e muita gente acabou começando a cultivar mais plantas para apartamento como uma forma de trazer um pouco do mundo exterior para a vida diária – aliado ao desejo que muitos já tinham de ter mais contato com a natureza. E os benefícios são vários: seja como hobby, para melhorar a qualidade do ar, dar uma cara nova à decoração, criar uma horta de temperos ou até mesmo ajudar na saúde mental, trazer mais verde para os interiores soma diversos tipos de benefícios.

No entanto, adotar o Urban Jungle em casa pode não ser uma tarefa fácil para os planteiros de primeira viagem: escolher espécies ideais, cuidar corretamente e selecionar locais adequados são só alguns dos itens que se precisa ter atenção para que as plantas cresçam saudáveis. Para quem tem a intenção de criar uma pequena selva particular dentro do apartamento (ou para quem já começou a tarefa, mas está encontrando dificuldades), a arquiteta Beatriz Quinelato ensina abaixo o passo-a-passo dos principais pontos. E as dicas são de uma especialista: para seu projeto “Escute o Verde”, parte do Desafio Janelas CASACOR, Beatriz criou um jardim dentro de um contêiner repleto de espécies tropicais em plena Marginal em São Paulo.

O que é preciso para começar a cultivar plantas para apartamento?

É fundamental fazer as escolhas certas, ou seja, escolher a planta correta para o lugar correto, além de verificar a luminosidade e a ventilação adequada para cada tipo de espécie. Feito isso, é primordial cuidar e gostar de plantas, ter o cuidado de regá-las e observar se elas estão com muita ou pouca água, no local adequado, com a quantidade certa de luz… Sempre digo que quem gosta de plantas e quer ter uma selvinha em casa já está no caminho certo. O restante vem como consequência.

A varanda é o melhor lugar para ter plantas?

O melhor lugar para cultivar plantas para apartamento é onde tem luz natural. Seja varanda, banheiro, quarto, cozinha… Não precisa bater sol direto, mas tendo um pouco de iluminação natural já está ótimo, pois temos muitas espécies de sombra e meia sombra que se desenvolvem bem sem receber sol diretamente.

Quais espécies são indicadas para quem está começando a cultivar plantas agora?

Algumas espécies são curingas e mais fáceis de ter. Por exemplo, a lança-de-São-Jorge e a espada-de-São-Jorge podem ficar até 15 dias sem receber água, são boas para os mais esquecidos. Já jiboia, pacová, zamioculca (conhecida como planta da fortuna) e pleomele são bem resistentes e adaptáveis. Para quem está começando, as hortas não são muito indicadas, porque dão mais trabalho e precisam de mais cuidados. Se você tiver uma varanda que bata sol por algumas horas por dia, é possível cultivar até árvores frutíferas.

beatriz quinelato varanda jardim paisagismo decor decoração plantas
Cris de Rossi/CASACOR

É possível ter plantas no banheiro ou na cozinha?

Sim! Inclusive há plantas para apartamento que vão super bem no banheiro, pelo fato de ter iluminação natural e umidade adequada, como camedórea, dinheiro-em-penca, imbé, zamioculca (planta da fortuna), maranta. Se tiver janela na cozinha, pode investir sem medo também.

Continua após a publicidade

O ar-condicionado atrapalha o crescimento das plantas?

Como o ambiente fica mais seco, há plantas que sofrem um pouco mais com o ar-condicionado. Mas se o aparelho não ficar ligado direto e escolhermos plantas adequadas, não há problema nenhum. Algumas espécies mais tolerantes a ambientes com ar-condicionado são a jiboia, pacová, pau d’água, espada-de-São-Jorge e lança-de-São-Jorge.

Cactos e suculentas são mais fáceis de dar certo?

Sim! São mais fáceis, pois precisam de menos rega e quase nunca de poda. Mas é preciso tomar cuidado, pois se regar sempre, a planta pode morrer afogada.

beatriz quinelato varanda jardim paisagismo decor decoração plantas
Cris de Rossi/CASACOR

Quais os cuidados básicos para manter as plantas vivas?

Regar adequadamente é o principal cuidado. Aliás, regar demais é um erro bem comum e isso pode matar a planta, dar fungo na raiz etc. Adubos e inseticidas só são necessários caso a planta dê indícios de pragas ou doenças. E nesse caso, aconselho consultar alguém especializado para uma indicação correta de que tipo de adubo ou inseticida usar. Hoje em dia, algumas lojas especializadas possuem pessoas que podem auxiliar nessas indicações.

Onde cultivar as plantas?

Elas podem ser cultivadas em vasos, jardineiras, vasos suspensos, jardim vertical, kokedama, em vasos decorativos com algumas folhagens de corte que vivem em água. São várias opções.

beatriz quinelato varanda jardim paisagismo decor decoração plantas
Cris de Rossi/CASACOR

Algum cuidado especial para quem tem crianças ou pets?

O melhor é se informar na hora da compra se a planta é venenosa.

Precisamos ter algum tipo de “kit jardinagem” em casa?

Não precisa de nada muito específico. Com um regador e uma tesoura de poda, já está ótimo para começar. E com o passar do tempo, se a planta começar a dar sinais de falta de adubo, pragas ou doenças, o melhor é se fazer é procurar ajuda específica e seguir as instruções.

Serviço Janelas CASACOR, edição São Paulo
Visite todos os ambientes com o Tour 3D no site janelascasacor.com.br

Continua após a publicidade
Publicidade