6 maneiras de aplicar o design biofílico em espaços fechados

Estudos revelam que a presença do verde em um espaço promove bem-estar. Confira como aplicar o design biofílico e criar ambientes saudáveis!

Por Redação Atualizado em 26 out 2021, 09h31 - Publicado em 28 out 2021, 16h00
Loft de los Cinco Sentidos - Carla Canepa. Muita luz e verde natural para celebrar o dia, neste ambiente envolvido pelas texturas naturais. O teto aquece e dele vem um conjunto de luminárias pendentes que exploram a madeira no design.
Loft de los Cinco Sentidos, por Carla Canepa. Rodolfo Sotelo/CASACOR

O design biofílico é uma forma diferente de usar a afinidade com a natureza para criar ambientes saudáveis. Indo muito além da beleza, a biofilia estimula a criatividade, favorece a motivação e reduz o estresse. Por isso, as escolhas feitas para um projeto de arquitetura e paisagismo precisam ser bem pensadas, afinal são fundamentais para a saúde.

renato mendonça estúdio trigo casacor são paulo 2019 ambiente decoração quarto archdaily nomeação building of the year
Estúdio Trigo, por Renato Mendonça / Felipe Araújo/CASACOR

O termo biofilia significa “amor à vida”. Foi nomeado por Erich Fromm, psicólogo e filósofo, em 1964, e difundido pelo biólogo Edward O. Wilson. “Muito mais do que tendência, é uma necessidade de reconexão com a natureza”, ressalta João Manuel Feijó, engenheiro agrônomo da Ecotelhado e especialista em sistemas biofílicos.

casa alva bc arquitetos casacor são paulo 2021 foto denilson machado
Casa Alva, por BC Arquitetos / Denilson Machado/CASACOR

Você sabia que olhar para uma vista da natureza por 40 segundos restaura o seu poder de atenção e ajuda a diminuir os sintomas de cansaço, por exemplo?

“A teoria da restauração da atenção comprovou que porções do córtex pré-frontal se acalmam enquanto experimentamos a natureza. Após essa pausa mental, temos uma melhor capacidade cognitiva. Nosso poder de concentração e foco aumenta e, consequentemente, o nosso desempenho é melhor”, acrescenta a arquiteta Bia Rafaelli Casaccia, pioneira em design biofílico no Brasil.

Architetonika Nomad casacor paraná 2021 loft com varanda
Loft com Varanda, Architetonika Nomad / Patrícia Amancio/CASACOR

Ela explica que o design biofílico pode ser aplicado em diversas escalas, em uma residência já construída, uma edificação a ser construída, um ambiente urbano. O que muda é como serão aplicadas as estratégias. “É buscar uma experiência completa com foco na saúde e no bem-estar, valorizando a luz natural, o ar, a água, as plantas, os animais e é fazer boas escolhas dos materiais que serão usados”.

A seguir, especialistas listam 6 passos para aplicar o design biofílico de uma forma prática e acessível. Confira!

1. Promova o envolvimento das pessoas com a natureza

 

Loft Naturalle - Michael Zanghelini - CASACOR SC 2021
Loft Naturalle, por Michael Zanghelini Fabio Severo Jr/CASACOR

Segundo João Manuel Feijó, uma ideia é propor o cuidado com as plantas e engajar as pessoas no processo de plantio e rega.

Hortas e jardins verticais ocupam pouco espaço e estimulam o cultivo e a conexão com a natureza.

2. Utilize soluções que promovem saúde e bem-estar

 

mf+arquitetos - Recanto do Colecionador - CASACOR Franca 2017
Recanto do Colecionador, por MF+Arquitetos / Felipe Araújo/CASACOR
Continua após a publicidade

A arquiteta Bia Rafaelli diz que são mais 24 estratégias do design biofílico que podemos aplicar de diferentes formas. É possível começar trazendo a luz natural para sincronizar o ritmo circadiano e garantir a entrada de ar puro através de janelas manejáveis para aumentar a concentração, a criatividade e o bem-estar.

3. Estimule o senso de pertencimento

 

Larissa Dias_Nosso_Recanto_CCBrasília2019
Nosso Recanto, por Larissa Dias / Clausem Bonifácio/CASACOR

Isto significa criar uma ligação emocional das pessoas ao ambiente, pensando em para “quem é” e “onde é” o espaço. A sugestão é escolher elementos da cultura local, de memória afetiva do usuário, materiais naturais locais, plantas nativas, entre outras opções.

4. Proporcione a conexão com outros seres vivos

 

Escritório da Diretora Criativa Luoda Arquitetura CASACOR Minas Gerais 2021 home office jardim mesa trabalho decoração design
Luoda Arquitetura, por Escritório da Diretora Criativa Jomar Bragança/CASACOR

Pensar em design biofílico é entender que todos os seres importam e estão conectados de alguma forma. Por isso, a arquitetura pode estimular o senso de união. Espaços de convivência, que promovem a interação social, exemplificam isso.

A arquiteta propõe incluir o paisagismo e outros elementos biofílicos em salas de descompressão e reuniões nas empresas.

5. Aplique soluções ecológicas integradas

 

Estudio Guto Requena - Casa LG ThinQ, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Casa LG ThinQ, por Estudio Guto Requena / MCA Estudio/CASACOR

O objetivo aqui é utilizar as soluções da natureza na integração do ambiente construído, preservando a mesma: aproveite a luz natural do local, a ventilação, resgate plantas nativas, use a permeabilidade do solo captando água da chuva.

6. Garanta o estímulo dos cinco sentidos

 

casacor rio de janeiro 2021 rj ambientes decoração arquitetura mostras anna luiza rothier varanda casal
Varanda do Casal, por Anna Luiza Rothier / Denilson Machado/CASACOR

O ambiente deve, ainda, estimular a visão, a audição, o olfato, o tato e o paladar de maneira natural, preferencialmente. Uma vista para a natureza estimulará a visão e a horta o paladar. A chegada de pássaros cantando no jardim ou em um telhado verde aguçará a audição.

Continua após a publicidade

Publicidade