Três arquitetos brasileiros participam da Bienal de Veneza 2018

Os profissionais Carla Juaçaba, Grupo SP e Paulo Mendes representam a arquitetura nacional no evento italiano

Por Ana Carolina Harada Atualizado em 18 fev 2020, 07h51 - Publicado em 18 abr 2018, 19h04
Reprodução/CASACOR

A Bienal de Veneza é um grande evento cultural que ocorre entre os dias 26 de maio e 25 de novembro, no Pavilhão Central dos Giardini e Arsenale. Dentre os muitos temas abordados e contemplados – como cinema, teatro e dança – destaca-se a arquitetura. Nesta edição, três nomes brasileiros irão representar a arquitetura nacional na Itália: Carla Juaçaba, Grupo SP e Paulo Mendes da Rocha. Este último, foi premiado por sua trajetória profissional em 2016 com o célebre Leão de Ouro.

Reprodução/CASACOR

A arquiteta carioca Carla Juaçaba apresentará em Veneza a capela que concebeu para o Pavilhão Humanidade, parte da Rio + 20, em 2012. O projeto é praticamente translúcido. Por ser composto por eixos de espelhos, toda a estrutura fica invisível dependendo do ângulo e iluminação.

Capela projetada por Carla Juaçaba Reprodução/CASACOR

Sob a curadoria das arquitetas irlandesas Yvonne Farrel e Sheily McNamara, a mostra tem como tema de 2018 o Freespace (espaço livre). Partindo dele, a Bienal apresenta ao público trabalhos, construídos ou não, que exemplifiquem os aspectos essenciais da arquitetura: valorização da superfície, movimentação, materialidade e beleza.

FREESPACE abrange a liberdade de imaginar, o espaço livre do tempo e da memória, unindo passado, presente e futuro juntos, construindo sobre camadas culturais herdadas, tecendo o arcaico com o contemporâneo.

Manifesto FREESPACE
As curadoras da Bienal Reprodução/CASACOR

Confira a lista completa de participantes no site da Bienal de Arquitetura!

Continua após a publicidade
Publicidade