Restauração do Museu do Ipiranga é finalizada após dois anos

A previsão para reabertura do museu é no dia 7 de setembro, no bicentenário da Independência do Brasil

Por Yeska Coelho Atualizado em 7 abr 2022, 11h25 - Publicado em 7 abr 2022, 16h00

Museu do Ipiranga
Diogo Moreira/Governo de São Paulo/CASACOR

O edifício histórico do Museu do Ipiranga passou por um longo período de reforma, que, após dois anos e meio, chegou ao fim nesta semana. Foram 54 profissionais envolvidos para restaurar o prédio – a empresa contratada foi a mesma que esteve à frente das obras no Theatro Municipal e do Real Gabinete Português de Leitura, ambos no Rio de Janeiro.

Apesar da obra ter sido concluída, ainda existe um caminho longo para a reabertura do Museu, que está prevista para o dia 07 de setembro, no bicentenário da Independência. Os próximos passos consistem em fazer a montagem das exposições permanentes, incluir equipamentos de modernização, inclusive, multissensoriais – uma proposta inovadora anunciada pelo museu em novembro do ano passado.

Acessibilidade e instalações multissenssoriais no Museu do Ipiranga

O investimento para concluir a obra (inclusive com as novas exposições permanentes) ficou em torno de R$ 211 milhões, vindos de patrocínios e da Lei Rouanet. Além do museu, a área externa irá contar com um café, um jardim francês e um novo salão para abrigar exposições temporárias.

Continua após a publicidade

Publicidade