Projeto Pausa, do Janelas CASACOR, reflete nova tendência do morar

Angela Castilho e Alex Rodrigues partem da necessidade de locais de respiro nas casas do pós-coronavírus em seu projeto no Janelas CASACOR edição Brasília

Por Ana Carolina Harada - Atualizado em 6 out 2020, 22h40 - Publicado em 6 out 2020, 16h16
Janelas CASACOR edição Brasília. Pausa… – Angela Castilho e Alex Rodrigues Edgard Cesar/CASACOR

A pandemia de coronavírus criou uma nova realidade e, por consequência, criará uma nova arquitetura. Mesmo agora, durante o período de isolamento social, as necessidades dos moradores já começam a mudar, pois estamos passando mais tempo nas residências. A casa assume um papel central na rotina, transformando-se em um verdadeiro planeta vivo, que precisa ser versátil e adaptável.

Casa em metamorfose

CASACOR São Paulo 2019. Home Office da Família – Fernanda Moreira Lima Marquinhos/CASACOR

Ela passou a ser local de socializar e dormir; tornou-se sala de aula das crianças e escritório dos adultos. Hoje, a casa é multifuncional e abriga funções que antes pareciam ser antagônicas. Talvez, a metamorfose mais radical seja a ideia de morada como lugar tanto de trabalho quanto de descanso.

Janelas CASACOR edição Brasília. Estar em casa – Entrequadras Arquitetos Edgard Cesar/CASACOR

Com um contingente de 8,4 milhões de brasileiros em regime de home office, segundo dados do Ipea, é esperado que o cômodo “escritório” tenha surgido em muitos lares, mesmo que espontaneamente, em outros ambientes. Porém, não só de trabalho é feita a casa do pós-pandemia. O Pinterest – rede que muitos recorrem em busca de inspiração – registrou números recordes de pesquisas para temas relacionados ao bem-estar, como meditação, positividade e gratidão.

Uma pausa necessária

Pausa… – Angela Castilho e Alex Rodrigues Edgard Cesar/CASACOR

Isso significa que as pessoas também têm procurado formas de criar espaços de relaxamento e descompressão. Faz bastante sentido, uma vez que a saúde mental fica compreensivelmente afetada em momentos de tanta incerteza. Foi pensando nesta nova necessidade do morar, que os profissionais Angela Castilho e Alex Rodrigues propõem seu espaço para o Janelas CASACOR edição Brasília.

Edgard Cesar/CASACOR

Pausa… um nome preciso para um local dedicado ao respiro, ao descanso. Utilizando a filosofia Wabi-Sabi – uma corrente de pensamento que valoriza os processos, incluindo os erros e imperfeições -, o projeto trabalha com o essencial. Ele é o cômodo para desacelerar, meditar, entrar em contato consigo mesmo e refletir.

Edgard Cesar/CASACOR

Materiais naturais, como pedras nas paredes e finos galhos de eucaliptos e de gravetos do Cerrado no teto, criam uma atmosfera rústica, que faz alusão à ancestralidade. Os banquinhos em madeira foram criados por Zulmar Candeeiro e esculpidos como verdadeiras esculturas pelo artista.

Continua após a publicidade
Publicidade