Conheça o trabalho do Estúdio Pavio, os criadores do site Janelas CASACOR

A talentosa equipe compartilhou com a CASACOR um pouco do seu processo criativo e da experiência de criar o site Janelas CASACOR

Por Cristina Bava Atualizado em 28 out 2020, 18h41 - Publicado em 28 out 2020, 17h44
Reprodução/CASACOR

Quem acompanha a CASACOR, sabe que o ano 2020 trouxe muitos novos desafios e produtos para marca. O projeto Janelas CASACOR nasceu a partir da necessidade de reimaginar o formato das mostras e refletir sobre o morar pós-coronavírus. Profissionais foram convidados a criar vitrines para o morar do futuro em contêineres espalhados pelo país. Uma proposta tão inovadora e phygital (física e digital) precisava de uma plataforma que comportasse todos os seus recursos, principalmente os tours virtuais 3D e o guia digital.

Lidia Ganhito e Luis Mourão, fundadores do Estúdio Pavio Reprodução/CASACOR

O novo hotsite foi desenhado e desenvolvido pelo talentoso time do Estúdio Pavio, fundado em 2019 por Lidia Ganhito e Luis Mourão. Apesar de recente, a equipe já conquistou grandes clientes, como a Fundação Itaú Social, Editora Mundaréu, Laerte Coutinho e Vitrine Filmes. Eles compartilharam com a CASACOR um pouco sobre o processo de elaborar sites, e sobre como foi criar o janelascasacor.com.br.

Veja a entrevista abaixo!

 

Reprodução/CASACOR

Como Estúdio Pavio começou? E qual a história por trás do nome?

Apesar de nos conhecermos desde o colégio, foi apenas em 2019 que nos reencontramos. O que nos uniu foi o sonho de criar um estúdio multidisciplinar. Há algum tempo reparamos que existe uma busca por soluções mais customizáveis: sites e designs mais inteligentes e integrados. É muito comum que o designer e o programador trabalhem em suas áreas separadamente. Queremos mudar isso. Acreditamos que o produto final, seja um site, um cartaz ou um livro, deve sempre estar em sintonia com a marca e suas necessidades. E isso só é possível quando toda a equipe está alinhada, da criação à entrega.

O nome foi um longo processo… Nós passamos por muitas possibilidades antes de decidir. Queríamos um nome impactante, que remetesse à ideia de agilidade, força, mas que também trouxesse a uma certa delicadeza. No meio do caminho, pedimos ajuda para o escritor João Mostazo, um grande amigo e um grande artista. Ele sugeriu que o nome deveria ser curto, com vogais abertas e agudas, para indicar interesse, eficiência e objetividade. Ficamos pensando em várias opções nessa linha até chegar em Pavio, que remete à ideia de fagulha, faísca, ideia. É uma imagem muito inspiradora para a gente, porque remete tanto ao fogo, à criação, quanto à potência de gerar novas ideias, de inovar. O pavio é sempre uma coisa prestes a disparar, e a gente se contagia muito por essa ideia.

Reprodução/CASACOR

O estúdio mescla dois mundos aparentemente distintos: criação artística e programação. Qual a papel de cada um de vocês?

Apesar de muitas vezes as pessoas entenderem o campo da programação e da criação artística como mundos distintos, nós acreditamos que eles são intrinsecamente ligados. É muito importante que o ambas as partes sejam concebidas de forma a respeitar uma a outra, buscando sempre um resultado coeso. Não adianta nada desenhar um layout lindo sem pensar na etapa de desenvolvimento. Assim como também não adianta um site com um código de ponta, mas que não comunique visualmente ao usuário as suas funcionalidades ou a identidade da marca.

Seja na concepção de um site ou identidade visual de uma marca, trabalhamos sempre os dois lados juntos. Isso garante, além de um resultado bonito, preciso e com qualidade técnica, em um processo muito mais ágil, direto e consciente.

O espaço Infinito Particular, de André Alf e Marina Lage para o Janelas CASACOR em Brasília. Reprodução/CASACOR

Quais são os maiores desafios de desenvolver um site para uma marca?

Normalmente o primeiro e maior desafio é entender exatamente qual é o objetivo daquele site. Muitas vezes as marcas entendem que precisam de um site, mas não tem uma ideia muito clara do porquê. Neste momento tentamos mapear as possíveis necessidades da marca e, a partir disso, sugerimos qual será a principal funcionalidade do site.

Continua após a publicidade

A questão da responsividade também traz muitos desafios. Hoje em dia, é fundamental que todo website seja desenvolvido levando em conta as diversas e quase infinitas possibilidades de dispositivos de visualização. Não basta mais somente fazer uma versão Desktop e uma versão Mobile, é preciso prever as funcionalidades e variações de layout para todos os pontos intermediários, também. Assim, um dos nossos grandes desafios é pensar em soluções estéticas e operacionais que funcionam em dispositivos desde um celular compacto de tela pequena à uma tela de 72 polegadas.

Guia Digital do Janelas CASACOR, edição Brasília, disponível gratuitamente no hotsite Reprodução/CASACOR

Como foi a experiência de criar um site específico para o Janelas CASACOR?

O desenvolvimento do hotsite do Janelas CASACOR foi um excelente desafio. Há uma grande responsabilidade quando trabalhamos na criação de um novo projeto de uma marca com uma identidade visual já estabelecida e bem conhecida, como é o caso de CASACOR. Pensando nas expectativas da equipe CASACOR, nos empenhamos em desenvolver uma proposta nova e impactante, respeitando e enriquecendo o universo visual da marca.

Entre os maiores desafios esteve a experiência de produzir um site que suportasse e valorizasse os conteúdos tão diversos, como as fotos, textos, vídeos, tour 3D. Outro desafio que nos empolgou muito foi o desenvolvimento do Guia Digital. Recebemos o pedido de adaptar os catálogos, normalmente impressos, para a web. Foi nesse momento em que chamamos nosso colaborador Vinicius Fernandes, especialista em Javascript. O resultado final, graças à todos os talentosos profissionais envolvidos, nos deixou extasiados.

Reprodução/CASACOR

Para quem está pensando em começar, alguma sugestão?

O design é um campo muito amplo, com infinitas possibilidades de especialização. Mas, para saber no que é que você quer se especializar, é preciso primeiro botar a mão na massa, praticar, tentar, errar, aprender. E, a partir da prática, você vai entender no que é que você gosta de fazer e no que você é bom. Também acreditamos que é muito importante se manter atualizado sempre, estudar sempre, procurar referências sempre. E estudar não só coisas dentro do seu campo específico do design, mas também relacionadas à arte, à música, ao teatro… Quanto mais rico for seu repertório, mais ferramentas você à sua disposição quando for criar.

Acompanhe o trabalho do Estúdio Pavio!

 

Site: www.estudiopavio.com

Instagram: @estudio.pavio

Facebook: @estudiopavio

Continua após a publicidade
Publicidade