Mobiliário de Oscar Niemeyer retorna ao Memorial da America Latina

Seis anos após o incêndio no auditório Simón Bolívar, o Memorial recebe as quatro Poltronas Altas Memorial, de Oscar Niemeyer, restauradas pela ETEL

Por Cristina Bava Atualizado em 24 set 2019, 17h15 - Publicado em 24 set 2019, 17h12
Potyra Tamoyos/CASACOR

Seis anos após o incêndio no auditório Simón Bolívar, em 2013, o Memorial da América Latina recebe as quatro Poltronas Altas Memorial, de Oscar Niemeyer, restauradas pela ETEL.
A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Fundação Oscar Niemeyer e a Etel, empresa responsável pela reedição das peças do mestre que se propôs a recuperar as quatro poltronas seguindo metodologia rigorosa de fidelidade aos desenhos originais. Segundo Lissa Carmona, curadora da ETEL, “a empresa tem o compromisso de preservar a memória do design brasileiro, e as poltronas do Oscar Niemeyer são objetos importantes dessa história. A doação das cadeiras à Fundação reafirmam nosso propósito”.

Potyra Tamoyos/CASACOR

Na década de 1970, uma edição especial da Poltrona Alta, de Oscar Niemeyer, foi criada especialmente para vestir foyer do auditório Simón Bolívar. em frente à obra do artista brasileiro Victor Arruda. A versão possui o encosto um pouco diferente da tradicional mas mantém a mesma estética. 

Auditório Simon Bolivar – Memorial da America Latina 

Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda, São Paulo

Etel

Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1834 – Jardim America, São Paulo

Continua após a publicidade
Publicidade