Instalação de Guto Requena capta e pulsa na frequência do ritmo cardíaco

Intitulado de Praça das Emoções, o banco capta a frequência cardíaca dos visitantes por meio de sensores instalados nos assentos

Por Giovanna Jarandilha Atualizado em 17 fev 2020, 16h27 - Publicado em 17 dez 2019, 18h14
Divulgação/CASACOR

Uma inovadora experiência sensorial foi promovida no bairro de Pinheiros, em São Paulo, com uma nova peça do Estúdio Guto Requena. Chamado de Praça das Emoções, o banco interativo promove a conexão entre as pessoas através de suas frequências cardíacas.

Seu funcionamento é operado por meio de caixas de som localizadas na parte interna dos encostos e assentos. O hardware vibra quando ativado pelo batimento cardíaco do público, captado por sensores nos assentos. Durante a noite, a instalação se ilumina e pulsa no ritmo dos batimentos dos visitantes.

Entre instalação urbana e arte pública, a peça foi desenvolvida para o Charles Tanqueray Day, festival que aconteceu em outubro para celebrar o nascimento do gin de mesmo nome.

Publicidade