Como usar cores na decoração como um especialista?

Apostar em cores marcantes em um ambiente é desafiador. Confira sugestões do elenco CASACOR para fazer isso sem sobrecarregar a decoração!

Por Yeska Coelho Atualizado em 26 jan 2022, 15h44 - Publicado em 27 jan 2022, 11h00
Ana Weege - Living Galeria Perspectiva, projeto da CASACOR São Paulo.
Ana Weege – Living Galeria Perspectiva. CASACOR São Paulo 2021 Evelyn Müller/CASACOR

O uso de cores na decoração é um assunto delicado, já que usar em excesso pode pesar o décor, e não apostar em um mix de tonalidades traz o risco de deixar o projeto monocromático e sem graça. A boa notícia é que é possível mesclar bem as cores, escolher uma paleta esperta e criar um espaço alegre e harmonioso.

Para Ana Weege, que apresentou o projeto Living Galeria Perspectiva na CASACOR São Paulo em 2021, “trabalhar com cores não é tão simples, pois a composição toda tem que estar conversando”. Quem concorda com ela são os arquitetos Pedro de Marqui e Kika Tiengo, que assinaram, respectivamente, os projetos Estúdio Liberdade e Hall Abluo.

Kika Tiengo - Hall Abluo, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Hall Abluo. Kika Tiengo – CASACOR São Paulo 2021 Renato Navarro/CASACOR

Os especialistas trouxeram dicas práticas sobre o uso de cores nos ambientes que, segundo Kika Tiengo, são capazes de “surpreender positivamente os amantes do bege e cinza”. A seguir, confira algumas delas!

Tenha uma visão clara do espaço

 

Pedro Luiz de Marqui - Estúdio Liberdade, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Pedro Luiz de Marqui – Estúdio Liberdade, projeto da CASACOR São Paulo 2021 MCA Estúdio/CASACOR

Não basta só olhar para um determinado cômodo ou mesmo um elemento específico como sofá e tapetes, por exemplo. Quando se deseja fazer uma decoração colorida, “é necessário sempre ter uma visão clara e geral do espaço e de como ele será composto”, afirma Pedro de Marqui.

O arquiteto explica que a decoração colorida é capaz de trazer muita personalidade, mas nem por isso é uma tarefa fácil. Como dica, ele sugere o experimento de testar diferentes materiais que representem determinada cor melhor do que outros.

Entenda o que você quer transmitir

 

Ana Weege - Living Galeria Perspectiva, projeto da CASACOR São Paulo.
Ana Weege – Living Galeria Perspectiva, projeto da CASACOR São Paulo. Evelyn Müller/CASACOR

As cores são capazes de transmitir diferentes sentimentos, e saber quais são as emoções que um espaço deve passar para seus moradores (e visitantes) é essencial. Para Ana Weege, “um ambiente super colorido não necessariamente será alegre, ele pode até parecer ‘triste’ dependendo das escolhas”.

Continua após a publicidade

Home bar por Ana Weege
Projeto de Ana Weege para a CASACOR SP 2021 Evelyn Muller/CASACOR

A arquiteta deu como exemplo a questão do aconchego. Não é porque o ambiente é neutro que necessariamente ele será confortável. “Um ambiente muito monocromático em tons claros pode até repelir a pessoa, porque ela não sabe se pode pisar no tapete, sentar… por isso acredito que as cores trazem bastante aconchego”.

A dica que ela dá é trabalhar bem a luminosidade para também saber como o ambiente vai receber essas cores. Além disso, ela também alerta para a escolha dos tons, que acaba sendo mais importante do que a da própria cor.

Kika Tiengo - Hall Abluo, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Kika Tiengo – Hall Abluo, projeto da CASACOR São Paulo 2021. Fran Parente/CASACOR

Kika Tiengo exemplifica bem essa questão: “imagine uma sala com a paredes pintadas em tons de verde militar, tapetes marrons, tons de terra… dá até para adicionar um sofá azul marinho e a sala continua sóbria. Agora, imagine o mesmo ambiente, porém com um sofá laranja bem saturado e mais um azul claro – essa sim é extravagante”.

Não tenha medo de ousar

 

Kika Tiengo - Hall Abluo, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Kika Tiengo – Hall Abluo, projeto da CASACOR São Paulo 2021. Fran Parente/CASACOR

Quando se trata de combinar cores, Kika Tiengo diz que não gosta muito de regras. “Aprendemos olhando obras de arte e observando a natureza. Imagina que chato se todo mundo combinar sempre igual?“. Para ela, deixar a intuição guiar e se basear em referências interessantes é um bom caminho para perder o medo de usar cores.

Aposte em texturas

 

Pedro Luiz de Marqui - Estúdio Liberdade, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Pedro Luiz de Marqui – Estúdio Liberdade, projeto da CASACOR São Paulo 2021. MCA Estúdio/CASACOR

O uso de diferentes texturas ajudam na combinação e no mix de cores, pois são capazes de trazer mais dinamismo e até mesmo uma aderência maior à determinada tonalidade. “Muitas vezes diferentes tons da mesma cor ornam mais quando usados em texturas ou materiais diferentes”, afirma Pedro de Marqui.

Continua após a publicidade

Publicidade