Apartamento integrado soluciona espaço com madeira e paleta neutra

Localizado no bairro da Aclimação, em São Paulo, a arquiteta Ticiane Lima aposta em uma base neutra aconchegante

Por Yeska Coelho Atualizado em 19 jul 2021, 09h40 - Publicado em 19 jul 2021, 11h00
Apartamento assinado por Ticiane Lima
Apartamento assinado por Ticiane Lima Denilson Machado/CASACOR

Um apartamento localizado no bairro da Aclimação, em São Paulo, contou com o olhar criativo e sensível de Ticiane Lima para trazer soluções precisas para um casal com um bebê e cachorro. Eles queriam que a moradia fosse aconchegante e contasse com uma paleta mais clean.

Para conseguir uma boa circulação, a arquiteta abriu mão de algumas paredes para transformar o apartamento em um formato de estúdio com 125 m². A ideia certeira ainda contribuiu para uma melhor iluminação natural nas salas de jantar e estar integradas.

Apartamento assinado por Ticiane Lima

Uma varanda gourmet também foi uma aposta para receber confortavelmente amigos e familiares, especialmente em um momento novo para o casal que estava prestes a ter um bebê durante o planejamento.

Apartamento assinado por Ticiane Lima

A arquiteta também apostou em diferentes ideias para garantir a segurança do bebê como o sofá estofado e também passagens retilíneas e livres para acessos mais fáceis. O apartamento é bastante prático, o que oferece mais facilidade para os pais.

Continua após a publicidade

As portas foram feitas com o uso de muxarabis para ajudar na setorização dos ambientes e também contribui para uma melhor iluminação natural.

Apartamento assinado por Ticiane Lima

Um armário roupeiro chama atenção com uma circulação camuflada, que oferece máxima praticidade ao casal, sendo um lugar mais arejado para armazenar as roupas e sapatos.

Apartamento assinado por Ticiane Lima

Um home office com as cores da paleta do apartamento foi improvisado em um espaço reduzido. A madeira clara e o cinza azulado caem muito bem para criar uma atmosfera de concentração e criatividade.

A arquiteta também optou por materiais locais para deixar o espaço mais sustentável, além de utilizar métodos para utilizar o mínimo de inertes e resíduos de obras.

Continua após a publicidade
Publicidade