6 tendências do novo morar do Janelas CASACOR, edição Brasília

Com as pessoas passando mais tempo em casa, devido à pandemia de coronavírus, profissionais refletem as novas questões da arquitetura

Por Ana Carolina Harada Atualizado em 28 out 2020, 19h06 - Publicado em 20 out 2020, 16h35
Edgar Cesar/CASACOR

“Pandemia” “incerteza” “novo normal”. As palavras parecem ecoar na mente de todos agora. Depois de vários meses em isolamento social, é natural se perguntar como será o futuro. Será que as cidades, prédios, casas conseguirão se adaptar aos nossos novos hábitos? Enquanto as portas permanecem fechadas, a CASACOR propôs um projeto inovador: um vislumbre do futuro do morar.

O Janelas CASACOR é um verdadeiro exercício criativo e de reflexão, com o objetivo de tornar tangíveis conceitos e ideias de quem pensa a casa, transformando tudo isso em soluções. Os melhores profissionais da área foram convidados ao desafio de criar um contêiner que refletisse um aspecto desse novo tempo. Esses espaços serão espalhados pelo Brasil, para que todos possam contemplar as vitrines das casas do amanhã.

Implantação do Janelas CASACOR edição Brasília no Parque da Cidade Sarah Kubitschek, assinada pela Sainz Arquitetura Edgar Cesar/CASACOR

“Para a CASACOR, 2020 não é um ano perdido. É um momento de virada. De grandes reflexões e de mostrar a criatividade de toda a equipe. É a primeira vez em 34 anos que o evento não acontece e aprendemos que toda crise traz a oportunidade de fazer algo novo. Surgem novas ideias, novos caminhos, um novo projeto. A proposta do projeto Janelas surge para mostrar que é possível traduzir o espírito de CASACOR em formatos além do tradicional, mantendo a personalidade da marca ao mesmo tempo em que propomos algo inédito para o segmento”, explica Livia Pedreira, Diretora Superintendente.

Brasília é a primeira cidade que recebe os contêineres do Janelas CASACOR. Partindo da ideia que estamos passando mais tempo em casa, confira quais propostas os arquitetos e designers imaginaram para o pós pandemia. Veja cada contêiner em detalhes no tour 3D disponível no site janelascasacor.com.br.

Menos é mais

 

Continua após a publicidade

Em tempos de crise, é quase impossível não ponderar sobre o que é realmente essencial. Ficar em ambientes cheios, com excesso de informação pode ser cansativo no longo prazo. Dessa forma, decorações clean, como a Sleeping Box de Miguel Gustavo, e Estar em Casa do Entrequadra Arquitetos são tendência. Nelas, cada objeto é pensado, útil e significativo. Além do aspecto estético, ambientes mínimos são mais práticos na hora de higienizar, portanto mais convenientes.

Espaços de trabalho

 

Continua após a publicidade

A tendência mais evidente a ser incorporada nas novas residências é o local de trabalho. Seja na forma de um cômodo inteiro, ou apenas um espaço com um computador e mesa, o home office é a realidade de milhares de trabalhadores. Contudo, esse ambiente não precisa ser tedioso, muito pelo contrário.

É importante que os escritórios, sobretudo aqueles em casa, sejam estimulantes e confortáveis. O arquiteto Leo Romano quebra as expectativas com seu Office Afeto, um home office com a personalidade de seu ocupante representada nos detalhes.

Espaços de descompressão

 

Continua após a publicidade

Desnecessário dizer que estresse e tensão tornaram-se parte da rotina, dada a pandemia de coronavírus. Por essa razão, arquitetos e designers preveem a necessidade de locais de verdadeira descompressão e relaxamento incorporados nas residências. Os SPAs, salas de banho e pequenos refúgios trazem para o morador um pouco de valiosa calma.

O nome do projeto da arquiteta Angela Castilho é autoexplicativo. Pausa é um ambiente rústico, primordial, dedicado à meditação e repouso. Seguindo nesta linguagem, a arquiteta Larissa Dias assina o SPA Deca, uma sala de banhos que chama atenção pela pureza das linhas e uso do espelho como uma janela para a paisagem. De outra perspectiva, o Refúgio do Leitor, de Albuquerque e Peres, é um charmoso ambiente que propõe a descompressão por meio do silêncio e aconchego da leitura.

Espaços de convivência

 

Continua após a publicidade

Passeios em shoppings, shows e cinemas ainda são atividades restritas, portanto, as casas também precisam ser, além de locais de trabalho, locais de convivência e diversão. Os projetos: CARADECASA, da Zardo Arquitetura; Infinito Particular, assinado pela Alf Arquitetura e o Espaço Família, da MAAI Arquitetos Associados apresentam locais em que um morador ou uma família inteira podem conversar, fazer videoconferências com os amigos, ou simplesmente se acomodar no sofá e navegar nas redes-sociais.

Locais para exercício

 

Continua após a publicidade

Dentre as muitas atividades que acabaram sendo transferidas para o lar, está o exercício físico. Algumas casas já contêm uma bicicleta ergométrica encostada em algum canto, porém, por causa dos riscos de contágio em academias, o escritório Denise Zuba Arquitetos dá um passo a mais e apresenta o Home Fitness. Esta academia de ponta permite que quem estiver treinando consiga se conectar com o mundo exterior, por meio da tecnologia. Ciclistas do mundo todo conseguem se reunir em simulações de circuitos online.

Foco nas cozinhas

 

Continua após a publicidade

Tentar fazer pão parece ser uma atividade obrigatória da quarentena. As incursões culinárias são mais comuns, agora que ir à um restaurante parece mais uma missão até a Lua, com as máscaras, luvas e face shields. Sendo assim, a cozinha volta a ganhar protagonismo nas casas. Sob a perspectiva histórica, a cozinha adentrou cada vez mais no núcleo doméstico, deixando de ser uma edícula para funcionários para transformar-se em uma parte integrada ao estar.

Agora, os profissionais concentram-se em criar ambientes funcionais, com tecnologia e espaço para os chefs aspirantes. Tanto o Box Gourmet São Geraldo, de Ney Lima e Walléria Teixeira, quanto o Espaço Hygge, assinado pela Lez Arquitetura, exploram os materiais naturais em suas cozinhas. Elas dispõem de bancadas amplas e eletrodomésticos de ponta.

Serviço Janelas CASACOR edição Brasília

 

Continua após a publicidade

Onde?

Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek

Visite todos os ambientes com o Tour 3D no site janelascasacor.com.br 

Quando?

de 25 de outubro a 25 de novembro

Quanto?

Gratuito

Continua após a publicidade
Publicidade