Tudo junto e misturado é a nova proposta curatorial da SP-Arte online

Com 136 galerias nacionais e estrangeiras, a versão online da SP-Arte começa hoje e pretende mesclar de forma aleatória todos os setores da mostra

Por Cristina Bava 24 ago 2020, 11h44

A versão virtual da SP-Arte, principal feira de arte do país, começa hoje e vai até 30 de agosto. Com a participação 136 expositores, entre galerias de arte e design, editoras, publicações, associações, coletivos e projetos independentes, a feira virtual está preparada para receber até 2 milhões de acessos simultâneos, com uma plataforma robusta repleta de interações. Assim como na feira física, cada galeria tem um espaço limitado para exibir seus artistas: são no máximo 30 obras disponíveis para cada galeria. Nomes como as tradicionais galerias Nara Roesler, Fortes D’Aloia & Gabriel, Millan, Marilia Razuk, Carbono, e galerias internacionais como David Zwirner, Garth Greenan Gallery, Mira Madrid se mesclam com o time de expositores focados em design, como Carpenters Gallery, Etel, Hugo França, Jacqueline Terpins, Passado Composto, Gustavo Bittencourt e coletivos, caso do Nacional Trovoa. Fecham o grupo publicações e editoras: a Banca Tatuí e da Lovely House, entre outras, e ainda associações como a Abact (Associação Brasileira de Arte Contemporânea) que promete vender obras de seus associados.

A experiência não se limita as imagens das obras, o visitante, além de percorrer as salas com a artes nas páginas das galeria, conta também com uma navegação prática e ágil através das imagens, textos, vídeos e áudios. E, se por acaso tenha interesse por algum trabalho específico, há um acesso direto de contato com o a galeria.

E ainda, como parte das atividades da feira. serão promovidas visitas virtuais a ateliês de artistas, screenings, exposição de videoarte, debates e entrevistas virtuais com artistas e curadores e aulas especiais, organizadas pelo evento e pelas galerias para os seis dias de festival virtual. Por meio de uma intensa e dinâmica programação online e gratuita, a SP-Arte pretende reforçar seu papel enquanto plataforma de fomento à cultura no Brasil.

SP-Arte Viewing Room

24 a 30 de agosto 2020

Acesso pelo site.

Continua após a publicidade
Publicidade