Projeto Leonardo Redux homenageia os 500 anos da morte de Da Vinci

Buscando homenagear o legado do gênio italiano, a Galeria Myllery reuniu cinco renomados artistas contemporâneos para a mostra

Por Giovanna Jarandilha - Atualizado em 17 fev 2020, 16h38 - Publicado em 8 abr 2019, 10h48

Em 2019, o mês de maio é marcado por uma data importante na história da arte: os 500 anos da morte de Leonardo Da Vinci. Um dos artistas mais importantes do Renascimento, Da Vinci possui uma vasta obra que ultrapassa a fama e os mistérios de Mona Lisa, tendo desenvolvido também trabalhos em anatomia, matemática e botânica.

Em busca de homenagear o legado do gênio italiano, a Galeria Myllery reuniu cinco renomados artistas contemporâneos para a mostra Leonardo Redux.

Galeria Myllery/CASACOR

Blagojco Dimitrov, Georg Vine Boldt, Maurício Mallet, Rogério Martins, Marcos Fajardo e Jorge Padilha são os nomes que integram a mostra. Inspirados pela técnica e estética de Leonardo, os seis artistas apresentam trabalhos inéditos que pretendem criar reflexões sobre a brilhante mente das artes plásticas.

Redux significa “trazido de volta” ou “ressurgido”. Estabelecer um diálogo entre técnicas do passado e do presente com base na busca incessante de Da Vinci pela perfeição e originalidade é o que a mostra se propõe a apresentar.

Galeria Myllery/CASACOR

A mostra Leonardo Redux será aberta ao público no dia 24 de abril de 2019, no Espaço Lounge do Shopping Center 3, na Avenida Paulista em São Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade