Artboard Created with Sketch.

O artesanato e a sua riqueza nos ambientes da CASACOR 2017

Os profissionais das mostras pelo Brasil elaboraram espaços especialmente para abrigar as peças que unem cultura, arte e design

O dicionário define “artesanato” como objetos executados manualmente que unem o utilitarismo à arte. Por esse motivo, essas peças estão sempre presentes nos ambientes da CASACOR, dando toques de personalidade e identidade cultural aos ambientes. Ao longo de 2017, elas ganharam seu próprio espaço em lojas exclusivas que prestigiavam tanto o artesanato quanto os artesãos locais.

Loja Brasil Original – Helios Alencastro 

Na CASACOR Goiás 2017, a Loja Brasil Original traz o melhor do artesanato goiano para o público da mostra. O mobiliário é dinâmico e contemporâneo, um contraste que complementa e valoriza as peças; tudo banhado a verde e azul.

CASACOR Goiás 2017

Helios Alencastro – Loja Brasil Original. A ideia aqui é trazer mais visibilidade ao artesanato goiano, com abordagem atual. Daí a escolha de acabamentos contemporâneos, como laca (brilhante e fosca), vidro e ladrilhos, intercalando o uso de verde e azul. Colmeias expõem as peças com movimento e originalidade. (Jomar Bragança/CASACOR)

Espaço Sebrae – Denis Alves Sarges.

Os tons dourados do cerrado tomam o Espaço Sebrae da CASACOR Brasília 2017. As peças do artesanato do Centro-Oeste se abrigam nas folhas de costela-de-adão em metal suspensas de Ramon Rocha, bem no centro do espaço.

Espaço Sebrae – Denis Alves Sarges. Riquezas minerais do Brasil e os tons do cerrado são reverenciados no projeto, que combina a homenagem à tendência do dourado. A valorização do artesanal está nas folhas de costela-de-adão em metal que pairam ao redor do pilar central, com assinatura de Ramon Rocha. E também nos efeitos de parede criados pelas artistas plásticas Sabrina Najar e Cindy Reis. (Jomar Bragança/CASACOR)

Armazém do Artesanato Sebrae – Roberta Borsoi.

A madeira foi o material de escolha para o Armazém do Artesanato, na CASACOR Pernambuco 2017, para estabelecer o diálogo com os materiais das peças do belo artesanato pernambucano expostas.

Armazém do Artesanato Sebrae – Roberta Borsoi. Para esse ambiente, a arquiteta concebeu um espaço inteiro em madeira, para estar em diálogo com as peças de artesanato expostas. As prateleiras possuem iluminação embutida e o local como um todo tem luz difusa para valorizar os produtos. Um papel de parede de cor forte, acrescenta profundidade ao Armazém. (Rogério Maranhão/CASACOR)

Espaço SEBRAE – Maria Luiza Lamas.

Na CASACOR Rio Grande do Norte 2017, a madeira novamente é protagonista, mas desta vez na forma sustentável de pallets em pinus. Tudo foi projetado para valorizar as belas e coloridas peças de artesanato expostas.

Espaço SEBRAE – Maria Luiza Lamas. Um projeto de alma regional, que valoriza fornecedores locais. A madeira é protagonista e vem em uma versão sustentável, nos pallets em pinus. As linhas puras ressaltam a beleza do material, assim como a iluminação pontual. Até o porcelanato branco ganha um aspecto rústico e desgastado. (Divulgação/CASACOR)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s