Escritório flutuante em Rotterdam é autossuficiente e sustentável

O novo projeto da Powerhouse Company foi planejado com um design de madeira, capaz de reduzir sua pegada de carbono

Por Giovanna Jarandilha - Atualizado em 17 fev 2020, 16h27 - Publicado em 27 jan 2020, 17h38
Divulgação/CASACOR

Autossuficiente e sustentável, o novo projeto da Powerhouse Company para a sede da Global Center on Adaptation (GCA) está planejado para ser construído na primavera de 2020. O escritório flutuante deverá ficar temporariamente abarcado em Rijnhaven, Rotterdam.

Divulgação/CASACOR

O Floating Office Rotterdam (FOR) será inteiramente construído em estrutura de madeira, de forma a reduzir a pegada de carbono do prédio. Entre outras medidas sustentáveis adotadas em seu design, está a possibilidade de trocar calor com a água do porto, onde deve ficar por 5 a 10 anos. A estrutura também irá abrigar, além do escritório, um restaurante com um largo terraço e uma piscina flutuante no rio Mosa.

Divulgação/CASACOR

“À medida que o clima no planeta está se transformando, eventos climáticos extraordinários, cada dia mais frequentes, apresentam novos desafios para os arquitetos”, explica Patrick Verkooijen, CEO da GCA. “A incorporação de conceitos de sustentabilidade procura impulsionar iniciativas que possam colaborar com o abrandamento das consequências decorrentes das mudanças climáticas”.

Divulgação/CASACOR
Publicidade