Prestes a ser destruída, casa modernista em Malibu é restaurada

A construção feita no início dos anos 70 por Edward Fickett foi repaginada e ainda preserva sua arquitetura original

Por Yeska Coelho Atualizado em 2 jun 2021, 10h05 - Publicado em 2 jun 2021, 16h00
casa reformada em Malibu preserva sua arquitetura
Douglas Friedma n/CASACOR

Uma casa moderna e bastante luxuosa chegou muito perto de ser destruída. Ela foi a última construção feita por Edward Fickett, em 1970, e isso foi o que chamou a atenção de Philippe Naouri, que lançou mão de técnicas de retrofit para fazer com que o espaço voltasse a ser utilizado.

O arquiteto Naouri sempre se interessou por construções mais antigas e vê muita beleza no estilo vintage, e essa foi sua principal motivação para recuperar a edificação de Edward Fickett na era moderna.

“Ninguém queria tocar nela. Todo mundo estava com medo, ‘tanto dinheiro para gastar’. Eles não tinham visão”, explica Naouri.

casa moderna reformada em Malibu
Douglas Friedman/CASACOR

A casa está localizada em Malibu e Naouri reformou a propriedade espaçosa em sua totalidade. Ela contava com quatro quartos, quatro banheiros e 4.200 m² de área interna. “Mantivemos as vigas e começamos a repensar a casa enquanto a restaurávamos ao seu estado original”.

Naouri afirma que reformar a casa e manter a sua arquitetura original é uma forma de trazer Edward Fickett para a era moderna. “Trazendo o arquiteto para o século XXI”, afirma.

Continua após a publicidade

Como foi a reforma da casa?

Antes de começar a reforma, Naouri conta que passava grande parte do tempo se perguntando como Fickett faria a construção nos dias de hoje. Chegou a resposta de incorporar paredes de carvalho e grama natural ao ar livre. Ainda no lado de fora, um jardim cria uma corrente de ar renovada para quem quiser descansar em meio a natureza. Já internamente, o arquiteto criou uma sala para ioga e uma ponte para reunir tudo isso.

cozinha bancada ilha malibu reforma casa
Douglas Friedman/CASACOR

“Quero que as pessoas se sintam bem em casa, pois ela é feita para você relaxar e curtir a vida. Não foi feito para ser um museu”, comenta Naouri.

O mobiliário também foi parte essencial da reforma de Naouri para preservar a atmosfera vintage com materiais de qualidade e bom design. Cadeiras de Charles Eames, Le Corbusier, um sofá de Mies Van Der Rohe , um abajur de Torchiere, esses são alguns exemplos de como o arquiteto colocou arte em cada um dos espaços da casa.

A seguir, confira fotos do projeto finalizado:

Fonte: Architectural Digest

Continua após a publicidade
Publicidade