Cabines coloridas dão vida à escola para filhos de refugiados em Tel Aviv

Um recanto para leitura em forma de casinha e pintura super colorida estão entre as características lúdicas da Hayarden em Israel

Por Fernanda Drumond Atualizado em 17 fev 2020, 16h41 - Publicado em 20 fev 2019, 15h18
Itay Benit

Um recanto para leitura em forma de casinha e pintura super colorida estão entre as características lúdicas desta escola para os filhos de refugiados, que vivem em Tel Aviv, projeto de uma equipe de arquitetos e designers locais.

Itay Benit/CASACOR

A escola Hayarden foi desenvolvida para crianças de 5 a 16 anos de idade, que vivem predominantemente no Bairro Hatikva de Tel Aviv – uma região de classe trabalhadora, que recebeu uma onda de africanos em busca de asilo. O designer local Sarit Shani Hay e os arquitetos Chen Steinberg Navon e Ayelet Fisher reformularam a escola de dois andares como parte de um projeto para a comunidade, usando um orçamento limitado e patrocínio da organização sem fins lucrativos Zionut 2000.

Itay Benit

A equipe pretendia que Hayarden se tornasse um lar e um espaço seguro para as crianças e que as encorajasse a aprender. O projeto se concentrou no térreo do edifício – que foi originalmente construído na década de 1960, mas que havia sido negligenciado por anos, devido aos recursos limitados. Os profissionais escolheram maneiras simples e baratos de adicionar elementos divertidos nos espaços comuns, lobby e corredores. Um jardim ecológico e parque infantil também foram projetados por Lavi Kushelevich.

Itay Benit/CASACOR

Uma série de volumes geométricos de carvalho, que abrigam mesas, armários e bancos estofados, foi inserida em um dos corredores. Estas estruturas criam recantos acolhedores para os alunos sentarem, estudarem, lerem e jogarem em grupos ou em particular. As estruturas possuem formato de casinhas com telhados de diversos desenhos.

Itay Benit/CASACOR

Outros detalhes da escola incluem enormes faixas de tons de amarelo, rosa e azul, que iluminam as paredes de concreto existentes. Uma escadaria fuschia aparece em contraste a uma parede azul-turquesa, com uma pequena área de estar com piso laranja. Outra área tem paredes de blocos de concreto pintadas de amarelo com painel de cortiça, uma mesa vermelha e uma banqueta azul brilhante. A equipe pretende reformar as salas de aula do primeiro andar como próximo passo, devido ao sucesso do projeto.

Itay Benit/CASACOR

Tel Aviv é o lar de 60.000 refugiados homens, mulheres e crianças. Os estrangeiros totalizam cerca de 10% da população da cidade, com a maioria sendo do Sudão e da Eritreia. A escola de Hayarden é frequentada atualmente por 360 alunos do jardim de infância ao sexto ano. Sua localização é próxima à decadente estação rodoviária central da cidade, que se tornou um ponto de atividade comercial para os migrantes e um paraíso para os viciados em drogas.

Continua após a publicidade
Publicidade