Canto do Tempo e Alento é um espaço de memórias que revisita o passado

O projeto de Ângela Cambraia, da CasaCam Arquitetura, para a CASACOR Brasília 2021 faz uma releitura da casa dos pais e avós

Por Giovanna Jarandilha Atualizado em 21 jan 2022, 16h11 - Publicado em 24 jan 2022, 10h00
CasaCam Arquitetura - Canto do Tempo e Alento. Projeto da CASACOR Brasília 2021.
Edgard Cesar/CASACOR

As origens cearenses da arquiteta Ângela Cambraia, da CasaCam Arquitetura, são o ponto de partida para este espaço da CASACOR Brasília 2021. No projeto, ela propõe um resgate dessas raízes, indo buscar inspiração no aconchego proporcionado pelas casas de seus pais e avós.

CasaCam Arquitetura - Canto do Tempo e Alento. Projeto da CASACOR Brasília 2021.

A releitura atualizada do passado recebeu o nome de Canto do Tempo e Alento. Com 75 m², o ambiente tem como particularidade as dimensões e os vãos das janelas e das portas – que, inclusive, são praticamente iguais às da cozinha, copa e sala do vinho da casa onde a arquiteta vive.

CasaCam Arquitetura - Canto do Tempo e Alento. Projeto da CASACOR Brasília 2021.

Com sala de estar, jantar e cozinha, o ambiente propõe uma viagem no tempo através de móveis e antiguidades de época. Sobre o mobiliário, destacam-se as peças de Jader Rodrigues feitos para o ambiente.

Continua após a publicidade

CasaCam Arquitetura - Canto do Tempo e Alento. Projeto da CASACOR Brasília 2021.

Além das peças do mobiliário, os revestimentos contribuem para atmosfera de nostalgia, com ferro, tijolinho, madeira, palha, corda, pedra e laca em tom de grafite e rosa seco.

CasaCam Arquitetura - Canto do Tempo e Alento. Projeto da CASACOR Brasília 2021.

Veja mais sobre o ambiente no Tour 3D da edição.

Continua após a publicidade

Publicidade