Sustentabilidade é palavra-chave em 8 ambientes da CASACOR SC 2021!

Os novos tempos fizeram da sustentabilidade não só uma orientação para as mostras, mas um estilo de vida a se almejar. Confira!

Por Giovanna Jarandilha, Giuliana Capello Atualizado em 16 ago 2021, 16h29 - Publicado em 17 ago 2021, 10h00
Tufi Mousse - Casa dos Pássaros - CASACOR Santa Catarina 2021
Tufi Mousse – Casa dos Pássaros – CASACOR Santa Catarina 2021. Fábio Jr. Severo/CASACOR

A sustentabilidade é um dos pilares das mostras da CASACOR: é a partir dela que é possível garantir que os projetos sejam construídos e desmontados com o mínimo de resíduos e desperdício. O princípio também incentiva arquitetos, decoradores e paisagistas do elenco a buscarem por alternativas sustentáveis a materiais não ecofriendly.

Mas com a pandemia, a sustentabilidade se tornou não só uma orientação, mas também um estilo de vida. Nas palavras de Beto Gebara, que assina o Espaço Plural nesta edição da CASACOR Santa Catarina, “a realidade atual da pandemia nos fez perceber o quanto é importante criarmos uma conexão ainda maior com a natureza, e valorizar as coisas simples e leves da vida, mas sem perder a elegância”.

Veja abaixo as soluções sustentáveis nos ambientes da CASACOR Santa Catarina | Florianópolis 2021!

1. Quarto Suna Reveev, Osvaldo Segundo Arquitetos

 

Quarto Suna Reveev - Osvaldo Segundo & Arquitetos Associados. Projeto da CASACOR Santa Catarina 2021.

O Quarto Suna Reveev contempla a sustentabilidade em todos os detalhes – do papel de parede ao teto de madeira, do piso da área de banho até a escultura que ornamenta o ambiente de 60 m².

Os 40 vasos de cerâmicas que compõem o ambiente são provenientes de uma cooperativa de artesãos do Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí, que abriga mais de mil sítios arqueológicos e é reconhecido pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Quarto Suna Reveev - Osvaldo Segundo & Arquitetos Associados. Projeto da CASACOR Santa Catarina 2021.
Fabio Jr. Severo/CASACOR

A fabricação das cerâmicas obedece às normas de licença ambiental e de sustentabilidade, além de empregar cerca de 30 artesãos, antigos funcionários do parque, agora exímios ceramistas.

O ambiente reflete a necessidade dos novos tempos, que pedem paz, calma, conforto, clamam pela retomada da essência. “É neste ponto que a arquitetura pode influenciar a vida das pessoas. É chegada a hora de despertar nossa consciência para a sustentabilidade, para a empatia e para o cuidado com os excessos”, considera Martina Hasse, arquiteta coordenadora do projeto.

2. Loft Naturalle, Michael Zanghelini

 

Loft Naturalle - Michael Zanghelini - CASACOR SC 2021
Fabio Severo Jr/CASACOR

No Loft Naturalle, dois materiais se destacam: a madeira certificada de tauari, executada do piso ao teto de forma artesanal e sem tratamentos; e o mármore, aplicado a partir de peças resgatadas da área de descarte do fornecedor.

A ideia do arquiteto Michael Zanghelini é ressaltar a ancestralidade desses materiais naturais, que trazem um caráter único, rústico, elegante e sensorial – aspectos que ficam ainda mais evidentes com a iluminação em perfis de LED, que criam a sensação de frestas de luz “das casas antigas de madeira”.

Loft Naturalle - Michael Zanghelini. Projeto da CASACOR Santa Catarina 2021;
Fábio Júnior Severo/CASACOR

O olhar para o passado, porém, não deixa de lado a premissa de um futuro sustentável. “Quando acabar a mostra, cada peça já tem um destino certo. Todo o processo é pensado para ter utilidade, ter uma consciência alinhada com os fornecedores e evitar qualquer tipo de desperdício”, frisa o arquiteto.

3. Espaço Plural, Beto Gebara e Marila Filártiga

 

Espaço Plural - Beto Gebara e Marila Filártiga. Projeto da CASACOR Santa Catarina 2021.

Mais do que minimizar impactos, o Espaço Plural foi projetado para impactar positivamente, seguindo o conceito de arquitetura regenerativa. A dupla Beto Gebara e Marila Filártiga assina o ambiente que abriga o restaurante The Hungry Sailor na CASACOR SC | Florianópolis.

As madeiras dos painéis instalados nas paredes e teto são devidamente certificadas, assim como as mescla de madeiras utilizada no banco “monobê” (em tupi guarani ajuntar, reunir), criado e desenhado pela dupla de arquitetos. “Utilizamos três madeiras diferentes em sua composição, a peroba mica, sucupira preta e jatobá, todas certificadas”, detalha Marila. O MDF da marcenaria, de fontes renováveis, veio de um fornecedor local.

Espaço Plural - Beto Gebara e Marila Filártiga. Projeto da CASACOR Santa Catarina 2021.

Entre as peças decorativas, luminárias pendentes e mandalas produzidas com resíduos da fábrica de papel pelo grupo de artesãs Tramatusa, de Lages, em Santa Catarina, e cerâmicas feitas a mão pela Duas Studio de Cerâmica, de Florianópolis.

Até o mármore da bancada foi escolhido por estar no estoque da loja, desafiando o uso de um material já cortado e que poderia acabar descartado.

4. Casa dos Pássaros, Tufi Mousse

 

Tufi Mousse - Casa dos Pássaros - CASACOR Santa Catarina 2021

O arquiteto Tufi Mousse traduz o tema de CASACOR deste ano, A Casa Original, como sendo “aquilo que basta para nos sentirmos bem e sermos felizes, sem exageros e luxos insustentáveis”.

A ampla Casa dos Pássaros fez uso de madeira tauari proveniente de florestas com manejo sustentável certificado pelo Ibama. Nessas áreas, a retirada das árvores é feita com técnicas de baixo impacto, que mantêm a estrutura florestal e permitem a recuperação natural da floresta.

Casa dos Pássaros - Tufi Mousse. Projeto da CASACOR Santa Catarina 2021.
Lio Simas/CASACOR

Como o projeto teve construção seca, feita com peças pré-montadas, tudo será desmontado e reaproveitado em outros projetos após a mostra. As plantas também já têm destino certo: deixarão o escritório do arquiteto mais verde.

5. Sala Íntima da Arquiteta, Anna Maya

 

Sala Íntima da Arquiteta - Anna Maya. Projeto da CASACOR Santa Catarina 2021.

Continua após a publicidade

Quem entra na Sala Íntima da Arquiteta, logo se vê atraído pela marcenaria que reveste uma parede inteira com ripas de madeira tauari, de manejo sustentável, e ainda cria nichos para plantas, livros, objetos decorativos e uma lareira ecológica.

A mesa do escritório, outra peça singular, é resultado do reaproveitamento de resíduos de uma tora de imbuia. Para a iluminação do ambiente, o LED é protagonista – inclusive na peça Abajur Garden, do designer Mauricio D Avila, com estrutura em cerâmica que acolhe um mini jardim.

6. Veredas Autoria Design, Natália Xavier

 

Veredas Autoria Design - Natália Xavier. Projeto da CASACOR Santa Catarina 2021.

No espaço Veredas Autoria Design, os painéis de freijó que revestem as paredes e o teto foram projetados pensando em desmontabilidade. “Desenhei linhas retas, com placas maiores, justamente para poder aproveitar melhor a madeira em outros projetos após a mostra“, conta a arquiteta Natália Xavier.

Iluminação em LED, tinta terracota à base de água, ventilador de teto com pás em palha natural, persianas de bambu, mármore brasileiro, madeira reaproveitada e arranjo de urucum seco completam as escolhas ecofriendly.

7. Loft Íris, Maria Graziella Oliveira e Allan Chierighini

 

Loft Íris - Maria Graziella Oliveira e Allan Chierighini. Projeto da CASACOR Santa Catarina 2021.

O Loft Íris é a perfeita conciliação de tecnologia e sustentabilidade. Assinado por Maria Graziella Oliveira e Allan Chierighini, o espaço de 110 m² integra home theater, office, sala de jantar, área gourmet, suíte master, closet, área de banho e lavabo.

Madeira sucupira certificada compõe o forro e os painéis. O projeto privilegiou ainda tecidos sustentáveis, produzidos a partir de sobras e retalhos, além de ventilação e iluminação naturais, favorecidas pela integração dos ambientes.

8. [meu.coração.queima], Jeferson Branco

 

[meu.coração.queima] Jeferson Branco CASACOR Santa Catarina sc Florianópolis 2021 quarto cama

 

O projeto do [meu.coração.queima] retrata o morar brasileiro a partir das desigualdades sociais: objetos da cultura popular – como espelhinho de moldura laranja, filtro de água de barro e cobogós – se misturam a peças de design renomado e sofisticado, provenientes de marcas escolhidas por comprovarem responsabilidade socioambiental.

Nos 51 m², parte do piso e paredes foi revestida com cerâmica terracota. “Após a mostra, todo o material será moído para ser transformado em tijolos ecológicos que doaremos a famílias carentes”, conta Jeferson Branco, revelando a parceria com a empresa catarinense EcoMáquinas.

Serviço: CASACOR Santa Catarina CASACOR SC 2021 | Florianópolis

 

Período: de 18 de julho a 29 de agosto

Horário: de terça a sábado das 13h às 21h; domingos e feriados, das 13h às 19h

Local: Espaço +UM – Rodovia José Carlos Daux – SC 401- 6883 e 6977

Telefone: (48) 99938-3894

Ingressos e agendamento de visitas: https://casacorsantacatarina.byinti.com

De terça a sexta-feira:

Ingresso inteiro: R$ 65,00

Meia entrada: R$ 32,50

Fim de semana:

Ingresso inteiro: R$ 70,00

Meia entrada: R$ 35,00

 

Continua após a publicidade
Publicidade