17 ações sustentáveis da CASACOR São Paulo baseadas nas premissas da ONU

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável

Por Redação Atualizado em 8 jun 2021, 17h42 - Publicado em 8 jun 2021, 09h00
17 ações sustentáveis da CASACOR SP baseadas nos ODS da ONU
Mariana Boro/CASACOR

Em vigor desde setembro de 2015, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, também conhecidos como ODS ONU, definiram os 17 temas humanitários que devem servir como prioridade nas políticas públicas internacionais até 2030. Seu foco está em três elementos interligados do desenvolvimento sustentável: crescimento econômico, inclusão social e proteção ao meio ambiente. Os ODS são globais em sua natureza e universalmente aplicáveis, levando em conta diferentes realidades nacionais, capacidades e níveis de desenvolvimento, bem como respeitando políticas e prioridades nacionais. Eles não são independentes entre si – precisam ser implementados de uma forma integrada e seu sucesso depende das políticas, planos e programas de desenvolvimento sustentável dos países.

A CASACOR São Paulo segue esses pontos e a cada edição incorpora cada vez mais práticas sustentáveis durante todas as suas mostras. Separamos 17 ações da CASACOR SP que são realizadas com base nos pontos dos ODS da ONU.

1. Erradicação da Pobreza

A CASACOR São Paulo gera 50 mil empregos diretos e indiretos. Só com a montagem do evento, são cerca de 4 mil trabalhadores.

2. Fome Zero e Agricultura Sustentável

O evento incentiva os operadores a adotar menus com itens veganos e orgânicos. Todas as sobras de comida passam pelo processo de compostagem, gerando quase 9 toneladas de adubo orgânico por edição.

3. Saúde e Bem-estar

Na obra, há práticas de acolhimento (integração) de todos os operários em seu primeiro dia, apresentando a infraestrutura. Há incentivo para projetos de espaços que aproveitem iluminação e ventilação naturais. A mostra é 100% acessível e há um trabalho de integração com os recepcionistas dos profissionais, além de criar ambiente de descanso para os mesmos.

4. Educação de Qualidade

Na integração dos funcionários, são abordado temas como cuidados com saúde e segurança do trabalho e aproveitamento de resíduos, além da promoção da educação ambiental para a equipe interna.

5. Igualdade de Gênero

Todos banheiros funcionais são unissex desde 2015. Não fazemos distinção de tarefas por gênero e temos o exemplo da gestão da empresa ser conduzida por uma mulher.

6. Água potável e saneamento

Há água potável e gratuita para toda equipe de produção e visitantes. Nas edições realizadas no Jockey Club, toda água utilizada provinha de uma estação de tratamento do próprio Jockey, onde são feitas análises laboratoriais com regularidade. Durante as obras, são instalados lava-pincéis para reter toda borra de tinta, evitando a dispensa na rede de esgotamento sanitário. Com a utilização de capta-chuvas, há uma economia de cerca de 4 mil litros de água por edição.

7. Energia limpa e acessível

A CASACOR SP é alimentada com energia elétrica da rede pública. Alguns profissionais instalam placas fotovoltaicas em seus ambientes, reduzindo assim o consumo geral.

Continua após a publicidade

8. Trabalho decente e crescimento econômico

Todos os clientes, fornecedores e parceiros são orientados a contratarem os trabalhadores durante o evento CASACOR sob regime CLT.

9. Indústria, inovação e infraestrutura

A CASACOR incentiva a inovação na indústria de construção e em seus fornecedores, sempre promovendo espaço para novas técnicas e tecnologias, a exemplo das construções industrializadas e secas, que permitem mobilidade e práticas sustentáveis.

10. Redução de desigualdades

Anualmente, são desenvolvidas parcerias com a AACD, na qual 50% da venda de ingressos do coquetel de inauguração é destinado para a instituição. Desde 2016, a CASACOR promove doações de materiais e produtos para ONGs e, até o momento, já foram doadas 146 toneladas.

11. Cidades e Comunidades Sustentáveis

A CASACOR sempre apresenta intervenções na calçada de entrada, servindo como laboratório para iniciativas urbanas: jardins de chuva, calçadas inclusivas, bicicletário, talks etc. Promove também parcerias com instituições de ensino para apresentação das práticas desenvolvidas durante os eventos.

12. Consumo e produção responsáveis

São estabelecidas metas de redução de consumo, com controle de água e energia. São determinadas também condições construtivas para os profissionais e seus executores, como o banimento de alvenarias que não tenham função técnica comprovada. Há parcerias estratégicas para consumos consciente (DECA – redutores de água; Coral – tintas base d’água – LG – equipamentos ecoeficientes).

13. Ação contra a mudança global do clima

São estabelecidas metas para valorização e redução da geração de resíduos, compensação de CO2 e economia de água e energia.

14. Vida na água

Desvio de resíduos plásticos dos aterros sanitários e retenção da borra de tintas.

15. Vida terrestre

É proibido o uso de madeira que não tenha DOF e selo FSC. Há o incentivo para o uso de plantas nativas nos ambientes paisagísticos. Não é permitido uso de animais nos ambientes.

16. Paz, justiça e instituições eficazes

Apesar de entender que este objetivo é um compromisso de nível governamental, CASACOR apoia a ética nas suas relações com as instituições, cumprindo todos os requisitos legais para seu devido funcionamento.

17. Parcerias e meios de implementação

CASACOR atua em uma rede de 17 franquias, em 4 países e, apesar das mesmas serem autônomas, a matriz atual é um exemplo nas práticas sustentáveis, influenciando todos seus seguidores com o tema.

Continua após a publicidade
Publicidade