Preview: veja a seleção de artistas e Talks da SP-Arte 2018

O Pavilhão da Bienal estará repleto de obras de artistas nacionais e internacionais entre os dias 11 e 15 de abril

Por Redação Atualizado em 18 fev 2020, 07h52 - Publicado em 9 abr 2018, 16h01
Divulgação/CASACOR

Mais de 140 expositores de 10 países, entre galerias de arte e de design, estão mobilizados para a 14ª edição do Festival Internacional de Arte de São Paulo, a SP-Arte. Mais uma vez, o evento – sob a curadoria de Luiza Teixeira de Freitas e Jacopo Crivelli – oferece a oportunidade privilegiada de entrar em contato com o melhor da produção artística e com os próprios artistas. Na parte de cima do Pavilhão da Bienal, as obras estarão divididas em dois projetos:

Solo

Este setor é focado na trajetória individual de nomes contemporâneos. A experiência que Luiza Teixeira, a curadora responsável, pretende criar é de imersão no processo de cada artista. Com 16 projetos selecionados, o espaço Solo terá obras da prestigiada chilena Lotty Rosenfeld, do suíço Dieter Roth, pioneiro das artes gráficas e do russo Ilya Fedotov-Fedorov, conhecido pela temática da solidão e do existencialismo.

A presença nacional será bem representada por artistas como a paulistana Mariana Weffort e o paraibano Martinho Patrício.

Repertório

Este espaço é dedicado a oferecer um panorama da arte contemporânea por meio da formação de, como o nome sugere, um repertório. Sob a curadoria de Jacopo Crivelli Visconti, Repertório chega ao seu segundo ano com nomes reconhecidos mundialmente. Dentre eles estão o francês Christian Boltanki e o chinês Chen Zhen. Telas de Loio-Pérsio e Ione Saldanha representarão o Brasil.


Reprodução/CASACOR

Já no subsolo do Pavilhão, chamado Lounge Bienal, ocorre a quarta edição do Talks, uma série de palestras para discutir e aprofundar as questões que circundam a arte, tais como universo digital, gênero e sexualidade, arquitetura e colecionismo. Neste ano, a mediadora será a jornalista Adriana Couto, apresentadora do programa Metrópolis.

Dentre os confirmados estão: o diretor da Delfina Foundation, Aaron Cezar; a colecionadora norte-americana Betty Duker e a artista e professora da FAU-ISP Giselle Beiguelman. A participação no Talks é gratuita, com ingressos distribuídos meia-hora antes de cada sessão, com vagas limitadas (lotação de 300 pessoas). Veja a programação completa clicando aqui!

Serviço SP-Arte 2018

Continua após a publicidade

Quando?

De 11 a 15 de abril

Quanto?

Entradas do Pavilhão da Bienal

Inteira R$45

Meia R$20

Continua após a publicidade
Publicidade