Artboard Created with Sketch.

Alessandro Mendini, o grande mestre do design italiano, morre aos 87 anos

Até a sua morte, Mendini dirigiu seu próprio escritório em Milão, o Atelier Mendini, criado em 2000, junto com seu irmão Francesco Mendini

 (Reprodução/CASACOR)

O arquiteto e designer Alessandro Mendini nasceu em Lombardia, na Itália, em 1931, e durante toda a sua vida foi reconhecido como um dos maiores mestres do design italiano. Mendini formou-se no Politecnico di Milano, em 1959, com um diploma de arquitetura e trabalhou como designer com Marcello Nizzoli.

Groninger Museum, na Holanda, por Alessandro Mendini.

Groninger Museum, na Holanda, por Alessandro Mendini. (Reprodução/CASACOR)

Ele criou gráficos, móveis, interiores, pinturas e construções arquitetônicas, além de escrever vários artigos e livros. Ele foi reconhecido como um membro entusiasta do júri em concursos de arquitetura para jovens designers e também ensinou na Universidade de Milão. O caráter de seu design é marcado pelo forte interesse em misturar diferentes culturas e formas de expressão.

Sala de Imprensa por Pedro Lázaro na CASACOR Minas Gerais 2017. Destaca-se a icônica poltrona Proust, na cor laranja, de Alessandro Mendini.

Sala de Imprensa por Pedro Lázaro na CASACOR Minas Gerais 2017. Destaca-se a icônica poltrona Proust, na cor laranja, de Alessandro Mendini. (Divulgação/CASACOR)

O profissional foi o editor-chefe da revista Domus de 1979 a 1985 e mudou o cenário do design moderno através de suas obras primordiais de pós-modernismo, como a Poltrona Proust e o Museu Groninger. Assim como as obras do período da Renascença expressaram valores e sensibilidades humanas, Mendini contribuiu para trazer para o coração do design aqueles “valores” e “sensibilidades” que foram eclipsados ​​pelo comercialismo e pelo funcionalismo. Ele colaborou com as principais marcas internacionais, incluindo Cartier, Hermes, Swarovski e Supreme.

O Cabinet Extraorinaire, de Luiz Otávio Debeus, na CASACOR São Paulo 2018, tinha o sofá K2, do Kandissi, reeditado pelo próprio Alessandro Mendini.

O Cabinet Extraorinaire, de Luiz Otávio Debeus, na CASACOR São Paulo 2018, tinha o sofá K2, do Kandissi, reeditado pelo próprio Alessandro Mendini. (Divulgação/CASACOR)

Mendini veio a falecer hoje (18 de fevereiro de 2019), com 87 anos. Até a sua morte, ele dirigiu seu próprio escritório em Milão, o Atelier Mendini, criado em 2000, junto com seu irmão mais novo Francesco Mendini. O arquiteto e designer esteve presente em diversas edições da CASACOR, com suas obras mais icônicas, que ressaltavam e complementavam o conceitos dos ambientes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.