Os muitos ‘Infinitos Particulares’ da CASACOR Rio

Tema nacional da CASACOR ganhou diversas interpretações do elenco carioca para a casa pós-pandemia

Por Karine Tavares Atualizado em 9 jun 2022, 10h58 - Publicado em 9 jun 2022, 10h00
Refúgio Urbano, por UP3 Arquitetura. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
UP3 Arquitetura por Cadé Marino, Michelle Wilkinson e Thiago Morsch – Refúgio Urbano. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022. André Nazareth/CASACOR

Uma casa vivida, que reflete a personalidade e a essência do seu morador e tem todo o necessário para o bem-viver – tanto no campo prático, com a hiperconexão exigida pelos novos tempos pós-pandemia; quanto no que se refere aos momentos de lazer e relaxamento. Para além das necessidades do dia a dia, com ambientes como home-offices, a casa ganhou relevância também por seu espaço de proteção e bem-estar: um verdadeiro Infinito Particular – tema de todas as mostras CASACOR 2022, que foi traduzido de formas muito diversas pelo elenco da CASACOR Rio.

Estúdio da Designer, por Camilla Bortolini e Priscilla Dias. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
Camilla Bortolini e Priscilla Dias – Estúdio da Designer. André Nazareth/CASACOR

O quesito mais representativo do Infinito Particular talvez seja a casa biográfica, aquela que reúne objetos, móveis e obras de arte adquiridas ao longo de toda uma vida. Estar cercado por aquilo que te representa e conta sua história é a premissa básica. E o Estúdio da Designer, pensado pelas arquitetas Camilla Bortolini e Priscilla Dias, inspirado na designer Gisela Pecego, traz um acúmulo de todo tipo de objetos, desenhos e pinturas. Um espaço de trabalho funcional e cheio de personalidade.

Estar do Pátio - Maurício Nóbrega Arquitetura. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
Maurício Nóbrega Arquitetura – Estar do Pátio. André Nazareth/CASACOR

Mauricio Nóbrega foi ainda mais longe e usou em seu ambiente obras de arte, móveis e objetos de seu acervo pessoal, imprimindo ao Estar do Pátio seu estilo contemporâneo inconfundível.

Refúgio Urbano, por UP3 Arquitetura. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
UP3 Arquitetura por Cadé Marino, Michelle Wilkinson e Thiago Morsch – Refúgio Urbano. André Nazareth/CASACOR

Algo que se tornou essencial – o suporte emocional – aparece em diferentes ambientes de autocuidado, como o Refúgio Urbano. Ali, o trio da Up3 Arquitetura transforma uma varanda num ambiente acolhedor, onde a atmosfera é de total tranquilidade. Um espaço em que dá vontade de ficar horas, na companhia de um bom livro, um vinho ou de um ombro amigo e companheiro.

Tempo da Alma, por Cristina Bezamat. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
Cristina Bezamat – Tempo da Alma. André Nazareth/CASACOR

O mesmo tipo de sentimento despertado por ambientes como o Tempo da Alma, de Cristina Bezamat, decorado com tons suaves e aconchegantes e mobiliário de formas orgânicas e texturas confortáveis.

Quarto Drummond, por Lucilla Pessoa de Queiroz e Renata Caiafa. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
Lucilla Pessoa de Queiroz e Renata Caiafa – Quarto Drummond. André Nazareth/CASACOR

Uma tendência que se fortaleceu nesse período é o uso de objetos artesanais: cerâmicas, tricôs, bordados. Afinal, nunca o faça-você-mesmo entrou em tantas casas, até como uma forma de terapia durante os momentos de maior isolamento social. E basta passear pelos 45 ambientes da CASACOR Rio para ver todo tipo de peças artesanais, especialmente os bordados. Eles aparecem em ambientes como o Quarto Drummond, onde Lucilla Pessoa de Queiroz e Renata Caiafa optaram por quadros que trazem silhuetas de corpos num bordado simples e delicado.

Sala Tempo, por Dado Castello Branco. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
Dado Castello Branco – Sala Tempo. André Nazareth/CASACOR

E também na Sala Tempo, de Dado Castello Branco, que ganhou dois quadros da artista plástica Mucki Skowronski, ambos bordados à mão com miçangas.

Jardim do Poeta, por Embya Paisagismo- CASACOR Rio 2022
Embya Paisagismo – Jardim do Poeta. André Nazareth/CASACOR
Continua após a publicidade

Outro traço marcante é a presença da natureza: as plantas ganharam espaço até nas menores casas. E num espaço como a Residência Brando Barbosa, cercada por 12 mil metros quadrados de jardins, o verde é constante. Mas alguns cantinhos são ainda mais acolhedores, como o criado pela paisagista Ana Veras ao lado da nascente descoberta no terreno da propriedade. Ou o espaço criado pela Embya para receber, a céu aberto, parte do banheiro do Canto do Poeta, de Sérgio Conde Caldas e Patricia Andrade.

A CASACOR Rio abre de terça a domingo até 26 de junho na Residência Brando Barbosa, no Jardim Botânico. São 45 ambientes decorados por 43 equipes de profissionais entre arquitetos, designers de interiores e paisagistas. Assim como no ano passado, a mostra é híbrida, com uma versão presencial e uma versão digital, com tours 3D disponíveis no site!

Serviço CASACOR Rio de Janeiro 2022

 

Data: 27 de abril a 26 de junho de 2022

Endereço: Rua Lopes Quintas, 497 – Jardim Botânico, Rio de Janeiro.

Horário: de terça a sexta-feira, das 12h às 21h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 21h.

Telefone: (21) 2512-2411

Ingressos e agendamento de visitas: https://casacorrj.byinti.com/

De terça a sexta-feira

Ingresso inteiro: R$ 80,00

Meia entrada: R$ 40,00

Sábados, domingos e feriados

Ingresso inteiro: R$ 90,00

Meia entrada: R$ 45,00

Crianças até 10 anos não pagam. Idosos acima de 60 anos, estudantes com carteira oficial, deficientes (e um acompanhante) e professores das redes pública e privada (desde que apresentem documento válido com foto) pagam meia entrada.

Continua após a publicidade

Publicidade