Artboard Created with Sketch.

Hyper Nature: a experiência da Maison Perrier-Jouët com Bethan Wood

Em uma visão singular do mundo, Bethan apresenta a Hyper Nature, uma árvore cujas curvas, pétalas e cores foram inspiradas em uma jornada a Champagne

 (Divulgação/CASACOR)

Durante a Miami Art Week, todo o mercado de arte e de design é palco para novas experiências e produtos. Cada marca e profissional aproveitam o momento para lançarem tendências e bens, além de promoverem imersões e conceitos mil. Nesta vertente, a empresa de champanhe Maison Perrier-Jouët convidou a exuberante designer Bethan Laura Wood para uma instalação onde todos os sentidos são explorados através da arte, cores e paladar.

 (Divulgação/CASACOR)

Em uma visão singular do mundo, Bethan apresenta a Hyper Nature, uma árvore cujas curvas, pétalas e cores foram inspiradas em uma jornada a Champagne, na França, há alguns meses. A designer imergiu na Art Nouveau, onde sua paleta de referências foi enriquecida pelo universo floral do movimento artístico.

 (Divulgação/CASACOR)

Além do design tangível, a Hyper Nature é uma experiência do champanhe em si: um novo ritual de degustação. “Eu queria destacar as ocasiões luxuosas e memoráveis nas quais bebemos champanhe, aprimorando um elemento de fantasia dentro do ritual de degustação. Também procurei um equilíbrio entre o impressionante impacto visual da árvore e a delicadeza do ritual de degustação de champanhe Perrier-Jouët ”, explica a designer.

 (Divulgação/CASACOR)

A instalação está dentro do EDEN by Perrier-Jouët: uma experiência efêmera e imersiva, no Faena Hotel. A mostra conta com o tema “Art of the Wild”, que tem como intuito apresentar “o universo extravagante e reencantar o cotidiano através da presença de natureza desenfreada”. A iniciativa busca ainda aprofundar o relacionamento da marca com a arte e a natureza, exibindo um mundo inesperado e alegre, onde a natureza se revela em toda sua liberdade e exuberância.

 (Divulgação/CASACOR)

O Eden by Perrier-Jouët conta também com artes gráficas criadas por Luftwerk, além de uma jornada imersiva de realidade virtual, que começa no coração da natureza magnética da “Art of the Wild” e leva os convidados à exploração das adegas da marca em Epernay, Champagne. Para encerrar, uma cabine fotográfica no mesmo estilo foi instalada, para capturar destaques das festividades.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.