A natureza foi integrada de forma harmônica nesta casa na Bahia

O arquiteto Junior Andrade priorizou o uso de materiais locais com madeira cumaru e angelim, em harmonia com a exuberante natureza da região

Por Redação Atualizado em 2 Maio 2022, 18h06 - Publicado em 3 Maio 2022, 16h00
Casa Amanã, assinada pelo arquiteto Junior Andrade
Oka Fotografia/CASACOR

Localizada próxima ao Centrinho de Barra Grande, na Península de Maraú, na Bahia, a Casa Amanã, assinada pelo arquiteto Junior Andrade, foi idealizada em dois módulos: a casa principal, onde estão as suítes, living, cozinha e uma vista para a piscina com borda infinita, deck e área gourmet; enquanto no segundo, ao fundo, foram construídos três bangalôs com suítes exclusivas, SPA privativo e uma vista espetacular de 360 graus de pura natureza

Casa Amanã, assinada pelo arquiteto Junior Andrade
Oka Fotografia/CASACOR

O projeto fez o uso de materiais locais, como a madeira cumaru e angelim, piso em cimento queimado, forro de madeira, entre outros. 

Casa Amanã, assinada pelo arquiteto Junior Andrade
Oka Fotografia/CASACOR

“O principal conceito do projeto foi adaptar e integrar a casa à natureza. Podemos sentir isso claramente na forma que todo o entorno foi incluído e harmonizado dentro do espaço”, explica o arquiteto Junior Andrade. 

Continua após a publicidade

Casa Amanã, assinada pelo arquiteto Junior Andrade
Oka Fotografia/CASACOR

“Vemos isso por meio da abertura das janelas e esquadrias, o que gera a conexão a todo momento com a natureza”, complementa. 

Casa Amanã, assinada pelo arquiteto Junior Andrade
Oka Fotografia/CASACOR
Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade