Living investe em formas orgânicas para definir seu mobiliário

O designer de interiores Henrique Freneda inspirou-se na obra orgânica de Karim Rashid e na deusa egípcia Maat para seu espaço na CASACOR São Paulo

Por Redação Atualizado em 2 dez 2021, 10h11 - Publicado em 6 dez 2021, 16h00
Henrique Freneda - Eternidade por um Fio, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
MCA Estudio/CASACOR

Inspirado em Karim Rashid, o designer de interiores Henrique Freneda investe em formas orgânicas para definir a marcenaria e o mobiliário de sua sala de estar projetada para a CASACOR São Paulo 2021. 

Henrique Freneda - Eternidade por um Fio, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
MCA Estudio/CASACOR

As paredes arredondadas em madeira ripada que toca o teto – iluminadas de forma a parecem com raios de sol – conferem aconchego. 

“Meu projeto é bem orgânico. Estou trabalhando com marcenaria ripada e paredes e teto arredondados, também de madeira”, explica Henrique. 

Continua após a publicidade

Henrique Freneda - Eternidade por um Fio, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
MCA Estudio/CASACOR

Sobre os tons claros, as obras de dois artistas dão um colorido ao ambiente: de Ildeu Lazarinni, a arte Eternidade por um Fio dá nome ao espaço de 33 m², e com resíduos de minérios, Rosa Ferrari marca presença com a tela Das Gerais.

Visite o Tour 3D deste ambiente aqui.

Henrique Freneda - Eternidade por um Fio, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
MCA Estudio/CASACOR
Continua após a publicidade

Publicidade