CASACOR SP: Café do Saber conta a história do Jockey Club

A equipe Sopro, vencedora do Archathon São Paulo, assina o projeto de 116 m² com hall de espera, coworking e uma área de palestras

Por Redação Atualizado em 30 jan 2018, 17h56 - Publicado em 25 jul 2017, 16h00
Renato Navarro/CASACOR

O projeto do Café do Saber surgiu no CASACOR Archathon São Paulo, uma maratona de arquitetura e design de interiores para estudantes e recém-formados, na qual os participantes tiveram 16 horas para projetar um ambiente de acordo com o briefing surpresa, revelado apenas na hora. O espaço de 116 m², deveria atender a palestras e cursos do IED (Istituto Europeo di Design), funcionando como um espaço não só de visita, mas de uso intenso durante a CASACOR São Paulo 2017.

Renato Navarro/CASACOR

O conceito da Equipe Sopro, os vencedores da competição, formada por Alan Freitas, Ana Dora e Breno Felisbino, juntamente com o mentor Roberto Negrete, foi de levar o histórico Jockey Club de São Paulo, para dentro do projeto. As arquibancadas da tribuna de honra, as baias dos cavalos, a grama e a própria paleta cromática serviram de inspiração para conceber o local. 

Renato Navarro/CASACOR

O espaço possui um hall de espera, um espaço de coworking e uma área de palestras e workshops. Todos os cantos são flexíveis, seguindo uma leitura do espaço de trabalho contemporâneo, na qual um local de café pode virar uma reunião e um local de lazer pode virar espaço para trabalhar. No espaço de palestras, as baias metálicas, que lembram as baias de corridas do Jockey, podem ser divididas por cortinas, formando até quatro ambientes pequenos. Assim como as mesas, que são moduladas para formar uma grande mesa s ou pequenas estações de trabalho. A área das arquibancadas pode receber trabalhos individuais ou reuniões em grupo. O espaço também conta com a arte de Milenna Saraiva, que estudou toda historia do jockey para fazer um mural de 35 m2 com pessoas que frequentavam o jockey, paleta de cores do local e traços da época.

Publicidade