CASACOR Archathon SP: Confira quem foi a equipe vencedora!

A equipe Sopro, formada por Alan Freita, Ana Dora e Breno Felisbino foi a vencedora do CASACOR Archathon SP e assinará o Café do Saber da mostra paulista

Por Alex Alcantara Atualizado em 3 fev 2019, 13h02 - Publicado em 21 mar 2017, 14h58
Roberto Negrette, Alan Freitas, Livia Pedreira, Breno Felisbino e Ana Dora Divulgação/CASACOR

Durante este fim de semana (17,18 e 19 de março), ocorreu o CASACOR Archathon São Paulo, uma maratona de arquitetura e design de interiores que tem como objetivo testar os conhecimentos de estudantes e recém-formados, onde os jovens colocam em prática tudo o que aprenderam e ainda ganham a oportunidade de realizar um ambiente na CASACOR.

 

Divulgação/CASACOR

No decorrer dos três dias, os participantes foram orientados por mentores – profissionais renomados no mercado e na academia – em dinâmicas, em conversas com arquitetos renomados e no projeto final. No dia 17 de março, rolou o ArchDay, com palestras e bate-papos. Já no dia 18, os jovens estiveram mais envolvidos com a maratona; ficaram 14 horas para concluir a missão, que era elaborar um projeto com os produtos dos parceiros do evento. Já no último dia, as equipes apresentaram seus projetos para os mentores, que os levaram para o júri e então, foi divulgado o grande vencedor.

Projeto vencedor da equipe Sopro Divulgação/CASACOR

Os jovens que melhor se enquadraram na proposta da maratona e do ambiente para a CASACOR São Paulo, e que teve o projeto escolhido pelo júri curador da mostra, foi a equipe Sopro, formada por Breno Felisbino, Alan Freitas e Ana Dora.

Com base na paleta de cores do Jockey Club de São Paulo, a equipe criou os tons do Café do Saber. Divulgação/CASACOR

Para a mostra, o trio projetou o Café do Saber, de 96 m², que teve como conceito remeter as próprias arquibancadas do Jockey Club, valorizando a arquitetura do prédio e sua história. A composição formal das arquibancadas foi o ponto de partida para criarem o ambiente.

Projeto vencedor da equipe Sopro Divulgação/CASACOR

“Imaginamos os espaços de workshop com flexibilidade para atender suas demandas. Com rodízio de estruturas, criamos áreas que se movem, podendo abrigar o número de pessoas desejadas. As cortinas garantem a divisão flexível desses ambientes, e a mesa assume diversas formas, possibilitando reuniões de seis a 30 pessoas”, explica a equipe sobre o projeto.

Projeto vencedor da equipe Sopro Divulgação/CASACOR
Projeto vencedor da equipe Sopro Divulgação

Além disso, os jovens optaram pelas aberturas de janelas formando um quadro natural com vista para a cidade de São Paulo. Confira na galeria abaixo os outros projetos finalistas do Archathon.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade