11 lofts da CASA COR Goiás que esbanjam charme e sofisticação

Menores e compactos, estúdios e lofts são tendências e os profissionais da mostra goiana apresentam diversas ideias e soluções para compor esses tipos de ambiente!

Por Redação - Atualizado em 3 mar 2017, 16h05 - Publicado em 31 Maio 2016, 16h42

Há quem diga que os primeiros traços que deram vida a um loft – mote para a criação dos estúdios – saíram da prancheta do arquiteto francês Le Corbusier. Ainda na década de 1920 ele criou apartamentos amplos, com pé-direito duplo e muita luz natural. Esse conceito foi reproduzido nos subúrbios de Manhattan nos anos 1930, mas foi apenas em 1970 que morar em lofts virou moda. A partir daí, se tornou um estilo de viver e não apenas um local para morar. Nessa época, diversos artistas foram para o local em busca de um custo de vida mais acessível e passaram a viver em antigos galpões. O conceito agradou os descolados da época e atravessou gerações. Agora, o modelo foi, parcialmente, reinventado.

Atualmente, os lofts e estúdios têm se tornado o lar de muitas pessoas, apesar de serem menores e compactos – a maioria com menos de 50 m² de área total – o estilo de morada se adequa a vida corrida de quem mora em uma metrópole. Pensando nisso, a CASA COR Goiás traz diversas ideias e soluções para quem quer se inspirar e morar em um loft. Mesclando o aproveitamento de espaço com uma decoração aconchegante, os profissionais investem também nos móveis com dupla função, porque ajudam a aproveitar a metragem disponível nesses espaços e se apresentam como recursos inteligentes. Confira na galeria acima um compilados dos ambientes que mostram novas soluções em relação às pessoas e seus espaços de viver.

CASA COR GOIÁS 2016

Local: Rua 30 esquina com Avenida Tocantins, Centro – Goiânia-GO

Período: 12 de maio a 22 de junho de 2016

Horários da Bilheteria: das 16h às 22h, de terça a sexta-feira; das 12h às 22h, sábado, domingo e feriados

Ingressos: R$ 44 – inteira; R$ 22 – meia (com a apresentação de comprovante de estudante referente ao ano de 2016)

Manobristas no local

Continua após a publicidade
Publicidade