Artboard Created with Sketch.

Acontecerá um casamento na Casa Cor RS 2015

Pela primeira vez na história de Casa Cor, um casamento ocorrerá em um dos ambientes da mostra gaúcha

06 CAPELA - Dall'Agnol R

Apesar de inusitado e surpreendente, a Casa Cor Rio Grande do Sul 2015 sediará um casamento no espaço A Capela, assinado pelo arquiteto Dall’Agnoll R. Júnior, no dia 24 de julho, a partir das 17h.

A cerimônia será ecumênica, renovará os votos de casamento do casal Isabel Ferrari e Carlos Joel dos Santos e será conduzida pelo celebrante Tomaz August Schuch. Dentro da temática do arquiteto, que marcou seu projeto com o número sete, a celebração terá: sete palavras destacadas no vestido, elaborado também com sete texturas para renovar os votos de sete anos de casamento.

Para o cortejo, sete outras ex-noivas estarão usando vestidos vermelhos e entregarão o buquê de sete ervas da prosperidade para a noiva. Após a celebração, os convidados, que usarão dress code black/white, farão o brinde com o bolo de sete andares feito pelo cake designer Gil Santos.

A Capela: Motivado por ações de importantes líderes religiosos de diferentes nações, que buscaram promover a paz e a harmonia entre os povos, o Arquiteto Dall’Agnol R. Júnior criou para a mostra de 2015 um ambiente ecumênico, que tem um elemento chave, desenvolvido através de um estudo: o número 7. No cristianismo o mundo foi criado em 7 dias, no Judaísmo – a Menorah (Candelabro de 7 braços) e o Shabat (o descanso do sétimo dia); na Umbanda – 7 Nações; no Islamismo – fundação no século 7; no Xintoísmo – primeiras práticas registradas no século 7; no Budismo e no Hinduísmo – 7 chákras do corpo humano.

Para isso, o profissional projetou um ambiente com sete metros de altura, sete pináculos externos (mastros sem bandeiras e que representam também a ligação entre o plano terreno e o divino, pois apontam para o céu), sete vãos envidraçados, sete lustres pendentes e sete telas de LCD.

O caráter ecumênico se dá pela estética neutra do local, usando formas puras e sem nenhum rebuscamento na composição. Tudo em cores neutras como o branco, cinza claro e bege, buscando uma  atmosfera celestial. O pé-direito duplo busca reproduzir a sensação de espacialidade que o fiel experimenta ao adentrar um grande templo de sua religião ao redor do mundo. O espaço é multissensorial, onde além de odor específico à base de flores e lima, apresenta também um filme explicativo do conceito do projeto tendo como trilha sonora a música Anthem na voz de Josh Groban.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.