Continua após publicidade

Apê de 145 m² ganha charme com tijolinhos, ladrilho hidráulico e patchwork

O mix de texturas dá o tom neste projeto assinado pelo Casa Ninho Studio em Laranjeiras (RJ)

Por Redação
Atualizado em 13 nov 2023, 14h48 - Publicado em 15 nov 2023, 18h00

A ideia inicial do casal de moradores com dois filhos universitários era somente fazer modificações pontuais neste apartamento de 145 m² em Laranjeiras (RJ). No entanto, depois de algumas reuniões com a arquiteta Mariana Junqueira, do Casa Ninho Studio, eles acabaram mudando de ideia e toparam fazer modificações consideráveis.

Apê de 145 m² ganha charme com tijolinhos, ladrilho hidráulico e patchwork. Na foto, sala com parede de tijolinhos, tapete de patchwork e aparador.
(Foto: Luiza Schreier / Produção visual: Rodolfo Consoli/CASACOR)

“Os clientes buscavam um novo lar onde pudessem passar o resto da vida, com ambientes confortáveis que refletissem a personalidade da família como um todo nas áreas de convívio e o gosto de cada filho em seu respectivo quarto”, conta Mariana. “O filho, por exemplo, pediu bastante espaço para acomodar seus livros, enquanto a filha queria um quarto mais alegre. Já o casal pediu uma cama-tatame para facilitar o acesso do cachorrinho de estimação da família”, acrescenta ela.

Apê de 145 m² ganha charme com tijolinhos, ladrilho hidráulico e patchwork. Na foto, quarto com estante embutida.
(Foto: Luiza Schreier / Produção visual: Rodolfo Consoli/CASACOR)

O cômodo que antes era aberto para a sala foi fechado com uma parede de drywall para virar o quarto do filho e, pelo lado de dentro desta nova parede, foram criados dois nichos: um para abrigar uma estante de livros e outro a cama queen, com direito à iluminação embutida no alto.

Apê de 145 m² ganha charme com tijolinhos, ladrilho hidráulico e patchwork. Na foto, sala com parede de tijolinhos, tapete de patchwork e aparador. Sala de jantar com mesa redonda.
(Foto: Luiza Schreier / Produção visual: Rodolfo Consoli/CASACOR)

No décor, de estilo contemporâneo, a arquiteta lançou mão de algumas referências retrô, como ladrilhos hidráulicos, patchwork e vidros canelados, para criar um projeto único e marcante, mas sempre com a preocupação de trazer esses elementos para a atualidade. “Uma solução foi brincar com cores, texturas e iluminação, mas sempre com a preocupação de o resultado final não pesar visualmente”, explica.

Apê de 145 m² ganha charme com tijolinhos, ladrilho hidráulico e patchwork. Na foto, sala de jantar com mesa redonda. Cozinha rosa.
(Foto: Luiza Schreier / Produção visual: Rodolfo Consoli/CASACOR)

Entre os móveis novos, como a arquiteta utilizou bastante cor e textura no projeto, foram priorizadas peças de madeira ou em tons claros para criar composições harmônicas e não brigar com o restante da decoração.

Apê de 145 m² ganha charme com tijolinhos, ladrilho hidráulico e patchwork. Na foto, cozinha com marcenaria rosa e piso hexagonal.
(Foto: Luiza Schreier / Produção visual: Rodolfo Consoli/CASACOR)

Na área social e nos quartos, o piso original em taco foi mantido e revitalizado. Já a cozinha ganhou piso novo de ladrilho hidráulico com formato sextavado, em duas padronagens de rosa que se complementam e se conectam com o acabamento dos armários, num tom de rosa antigo. “Para não pesar visualmente, deixamos as paredes e as bancadas brancas e tiramos o máximo de partido da incidência de luz natural no espaço”, ressalta a arquiteta.

Continua após a publicidade
Apê de 145 m² ganha charme com tijolinhos, ladrilho hidráulico e patchwork. Na foto, sala com parede de tijolinhos, tapete de patchwork e aparador.
(Foto: Luiza Schreier / Produção visual: Rodolfo Consoli/CASACOR)

A varanda já tinha uma característica bastante original que também foi mantida: o piso de pedra portuguesa que reproduz o calçadão de Copacabana, em pequena escala.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade