Espaços fluem no Loft Mobile da CASACOR SP e mostram arquitetura inovadora

Os arquitetos Hugo Schwartz e Alexandre Gedeon utilizaram um sistema construtivo que permite transportar a estrutura semipronta e remontá-la em pouco tempo

Por Luciana Andrade Atualizado em 17 fev 2020, 16h35 - Publicado em 19 jun 2019, 12h50
Denilson Machado/CASACOR

A mobilidade foi o principal ponto de partida do espaço criado pelos arquitetos Hugo Schwartz e Alexandre Gedeon, do escritório InTown Arquitetura, na CASACOR São Paulo 2019. Com 108 m², o Loft Mobili foi projetado para um jovem casal com espaços abertos e bem distribuídos. Integrados e funcionais, estimulam o convívio.

As escolhas da dupla vão na direção de revestimentos acolhedores e diferentes texturas que demarcam as áreas. Na sala, a paginação de parquet em espinha de peixe segue das paredes ao teto. Obras de arte e peças de design têm presença marcante, como o par de cadeiras de palhinha de Gustavo Bittencourt e a vibrante fotografia de Eduardo Rezende.

O aparador e a estante têm desenho do escritório. Diante da parede em vidro, elas funcionam como uma moldura para o jardim do lado de fora.

Denilson Machado/CASACOR

A textura de madeira ripada aquece a cozinha, em um bloco que organiza o fluxo entre os ambientes sociais e o quarto. Aliás, este é um bom pretexto para falar da tecnologia da construção. As poucas divisórias foram executadas com painéis de gesso acartonado. A fundação não exigiu perfuração do solo e emprega elementos em equilíbrio, somente apoiados e com contrapesos.

Continua após a publicidade

Tudo pensado para trazer uma solução de mobilidade arquitetônica deste módulo habitável, que é a principal tendência apresentada pela dupla.

Denilson Machado/CASACOR

Os cobogós não são apenas um recurso estético. A sustentabilidade, que está no coração do projeto, levou ao uso de soluções para aproveitar melhor a luz e a ventilação naturais. A casa também inclui algumas claraboias para a entrada de luz. Inclusive, toda a cobertura do ambiente é plana e recebeu uma manta que reflete 95% da luz solar. Isso reduz a sensação térmica em seu interior.

Denilson Machado/CASACOR

Os cobogós também foram utilizados no quarto e dosam a entrada da iluminação durante o dia. Acima da cama, quadros de Fábio Miguez.

Denilson Machado/CASACOR

A escolha precisa dos acabamentos ressalta elementos-chave, como a obra de arte de Artur Lescher.

Denilson Machado/CASACOR

As aberturas conectam a casa com o entorno. As esquadrias importadas são um produto modular que oferecem resistência e total isolamento térmico e acústico.

Denilson Machado/CASACOR

Vale destacar que toda a montagem do Loft Mobili foi feita com parafusos, descartando o uso de soldas e desperdícios. Uma curiosidade é que alguns materiais foram reaproveitados do ambiente que o escritório desenvolveu na CASACOR Rio de Janeiro de 2018.

Continua após a publicidade
Publicidade