Kengo Kuma cria pavilhão construído com videiras no Sri Lanka

Intitulado KITHUL-AMI, a obra foi projetada para a celebrar o centenário do nascimento do arquiteto Geoffrey Bawa

Por Fernanda Drumond 20 mar 2020, 16h34
KKAA/CASACOR

Intitulado KITHUL-AMI, este pavilhão da Kengo Kuma and Associates (KKAA) foi projetado para a celebrar o centenário do nascimento do arquiteto do Sri Lanka, Geoffrey Bawa. Ele, que estava entre os arquitetos asiáticos mais influentes de sua geração, nasceu em 1919 e faleceu em 2003.

KKAA/CASACOR

Usando uma videira local chamada kithul, frequentemente usada no artesanato tradicional do Sri Lanka, Kuma e sua equipe procuraram obter a suavidade da arquitetura de Bawa, enquanto mostravam a natureza e a cultura do país.

Localizado em Bentota, uma cidade na costa sudoeste do Sri Lanka, o pavilhão é uma estrutura híbrida de kithul e malha de aço, um material botânico altamente durável. A geometria de laço, flexível e fluida, foi desenhada em um software de simulação física e submetida a um processo de engenharia reversa a partir da superfície desenrolada.

[abril-veja-tambem]W3siaWQiOjc0NzcxLCJ0aXRsZSI6IktlbmdvIEt1bWEgY3JpYSBjZW50cm8gY29tdW5pdCYjeEUxO3JpbyBjb20gJiN4RTE7Z3VhcyB0ZXJtYWlzIG5vIEphcCYjeEUzO28ifSx7ImlkIjo2OTIyOSwidGl0bGUiOiJLZW5nbyBLdW1hIGNyaWEgcHImI3hFOTtkaW8gZW0gTmFnb3lhIHF1ZSBhc3N1bWUgZGl2ZXJzYXMgZnVuJiN4RTc7JiN4RjU7ZXMifSx7ImlkIjo2ODY3NCwidGl0bGUiOiJLZW5nbyBLdW1hIGFzc2luYSBwcm9qZXRvIGRlIFN0YXJidWNrcyBjb20gY29udCYjeEVBO2luZXJlcyJ9XQ==[/abril-veja-tambem]

KKAA/CASACOR

Continua após a publicidade
Publicidade