Japan House eleva embalagens nipônicas ao status de obras de arte

Nova exposição revela o belo e sutil trabalho dos designers japoneses ao criar embalagens que são verdadeiras jóias

Por Redação Atualizado em 15 jan 2021, 19h16 - Publicado em 15 jan 2021, 09h29
japan house são paulo exposição design arte japão embalagem
A embalagem Kenjō komochi ayu (Trutas com ovas para presente). Divulgação/CASACOR

Cada vez mais, o mercado de design tem se voltado para a pesquisa e desenvolvimento de embalagens não apenas do ponto funcional e sustentável, mas também com forte apelo estético. Item essencial na vida contemporânea, as embalagens têm ainda mais importância na cultura nipônica, evidenciada pelo termo “tsutsumu“, palavra japonesa que significa “embrulhar”, “empacotar” e cujo ideograma simboliza a imagem de uma criança dentro do ventre da mãe, remetendo à ideia de proteger aquilo que é precioso.

Há também a tradicional e famosa “embalagem” japonesa chamada Furoshiki (風 敷), um tipo de recorte de tecido utilizado para embalar os mais diferentes objetos, que tem sua origem que remonta ao período Edo (século 17).

A exposição ‘Embalagens: Designs Contemporâneos do Japão’ na Japan House São Paulo revela detalhes e curiosidades em torno do design de embalagens, tão importante para a cultura nipônica que tem o ato de presentear como uma tradição forte e repleta de significados. Itens de marcas de cosméticos, alimentos e bebidas, em embalagens afetivas e divertidas; ecologicamente corretas (como peças que abdicam de rótulos como uma prática para gerar menos resíduos) e embalagens reutilizáveis serão exibidas pelo centro cultural.

Japan House São Paulo

‘Embalagens: Designs Contemporâneos do Japão’

de 19 de janeiro a 14 de março de 2021

Continua após a publicidade
Publicidade