Casa Wabi Sabi aposta na palha e no mármore para aproximar a natureza

A Casa Wabi Sabi de Daniel Wilges na CASACOR Rio Grande do Sul 2021 traduz a beleza do imperfeito somada às necessidades do novo morar

Por Giovanna Jarandilha Atualizado em 15 out 2021, 09h28 - Publicado em 18 out 2021, 10h00
Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.
Cristiano Bauce/CASACOR

Alinhado com o tema “A Casa Original“, o arquiteto Daniel Wilges apresenta seu olhar experiente sobre um tema recorrente no mundo de hoje: a transformação de novos hábitos e a reconexão com o lugar que habitamos. Sob esta perspectiva, o profissional coletou as inspirações que deram origem ao seu espaço na CASACOR Rio Grande do Sul em 2021, intitulado de Casa Wabi Sabi.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.
Cristiano Bauce/CASACOR

Com uma área total de 120 m², a Casa Wabi Sabi surgiu inspirada nos ideais japoneses de zen-budismo, que se baseiam na beleza do transitório, trazendo o minimalismo como um de seus traços fundamentais e reduzindo toda a decoração ao essencial.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.
Cristiano Bauce/CASACOR

Com o foco em sustentabilidade, Daniel fez uso de materiais naturais em união com a natureza. Dessa forma, a palha serviu como revestimento para as paredes e, no piso, restos de mármore branco criam no espaço caminhos sinuosos e únicos, além de transmitir a beleza da imperfeição com um material que seria descartado.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.
Cristiano Bauce/CASACOR

Logo na entrada, a Casa Wabi Sabi reflete a nova vivência de transição. Assim, no hall, foi acrescentado um banco para os sapatos, onde a pessoa ao chegar ou sair para a rua pode calçá-los sem ter contato com a área interna da casa; e também uma cuba da Deca para higienizar as mãos ou até objetos.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.

Uma das primeiras intervenções de Daniel foi restaurar a estrutura do ambiente para que a arquitetura antiga voltasse à tona. Assim, ele trouxe as janelas originais do prédio histórico para que a luz natural pudesse voltar a invadir o espaço, assim como a ventilação e toda a natureza da área externa. O lugar foi pensado justamente em ter essas conexões com nossas origens, na ancestralidade.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.

O mobiliário assinado pelo próprio arquiteto aparece por todo o espaço: o sofá Linie vem com uma proposta no tom off-white e mostra a sua versatilidade; já a Cama Opa ganhou uma releitura Wabi Sabi, conquistando uma cabeceira de palha; a mesa de jantar traz a ação da natureza com a volta do mármore Travertino; o espelho Zero aparece em uma versão inédita em corten e com 1,40 metros de comprimento; e seus dois novos lançamentos, uma linha de divisórias biombo e o desenho amorfo da mesa de jantar e das mesas de apoio, causam impacto com desenhos exclusivos em pedras naturais diversas.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.
Cristiano Bauce/CASACOR

Além das peças do próprio arquiteto, destaque para as cadeiras Emi, de Luan Del Savio, premiadas no Brasil Design Awards de 2020; e a cadeira icônica de Roberta Banqueri e a Armchair inspirada nos desenhos do arquiteto suíço Pierre Jeanneret, que carrega diferentes marcas do tempo e conversa diretamente com o conceito wabi sabi.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.

Continua após a publicidade

Obras de arte estão espalhadas por todo lugar: uma fotografia especial representa a natureza em 12 partes divididas, criando uma nova linguagem para a representação da arte na fotografia. Destaque para o quadro Aparas de Heloisa Crocco, uma instalação exclusiva da artista Bianca Santani, para as peças de cerâmica da artista Adriana Giora, com curadoria da Letícia Lau da Babilônica Arte, as obras de Bianca, série Transposição da Paisagem, e peças de cerâmica da Adriana Giora: “Bulbos”, “Cipós” e “Medusas”.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.

Junto à mudança, há a saúde, que precisou ser introduzida dentro de casa. Dessa forma, na parte íntima foi colocado uma espaldar com madeira de demolição, onde foram guardados alguns objetos para realizar exercícios em casa.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.

A tecnologia não ficou de fora. Os produtos da LG trazem o futuro em uma lava e seca próximo ao lavabo, uma geladeira de duas portas na cozinha, uma caixa de som e uma televisão na sala de estar.

Daniel Wilges - Casa Wabi Sabi, projeto da CASACOR Rio Grande do Sul 2021.

Serviço CASACOR Rio Grande do Sul 2021

 

Data: De 24 de setembro a 07 de novembro

Local: Avenida Ceará, 1.549 (prédio do antigo Hospital a Criança Santo Antônio). Serviço de valet no local

Horário de funcionamento:

De terça a sexta das 13h às 20h30

Sábado das 12h às 20h30

Domingo das 12h às 20h

Valores dos ingressos:
R$ 65 (Terça a Sexta) – Inteira
R$ 70 (Sexta Sábado, Domingo e Feriados)

Compre seu ingressos aqui:

Compra de ingresso de meia-entrada
– Idoso a partir de 60 anos
– Estudante apresentando o documento válido com foto ou recibo de pagamento
– PCD e seu acompanhante (conforme lei 12.933/13)
– Professor da rede pública e privada, apresentando o documento válido com foto
* Comprovação de meia-entrada será exigida na porta

Continua após a publicidade

Publicidade