Artboard Created with Sketch.

Comunidades Sustentáveis: 6 vilas argentinas que têm uma vida eco-friendly

O primeiro capítulo da série apresenta vilas argentinas que se comprometeram com o método de vida sustentável!

Don‘t cry for me, Argentina! Dando continuidade à série de reportagens sobre as Comunidade Sustentáveis das Américas, neste capítulo, destacamos seis vilas argentinas que apostam na sustentabilidade como aliada do modo de vida. Conheça um pouco sobre a história desses povoados e suas práticas eco-friendly:

Nave Terra Ushuaia, Argentina

 (Divulgação/)

Considerada a cidade mais austral do mundo, o modelo de construção Nave Terra se destaca: o desenho, materiais e orientação permitem que as casas sejam feitas sem necessitar de ar-condicionado ou calefação. Além disso, é auto-suficiente em energia elétrica e água, permitindo o cultivo de alguns alimentos em jardins internos e externos.

Técnicas utilizadas na comunidade
Água: sistemas que reutilizam águas de chuvas, estratégias de irrigação, métodos de captura e armazenamento de águas, além da reutilização de águas cinzas, vindas de pias e chuveiros;
Energia: O uso de equipamentos pouco poluentes para fonte de energia, como painéis fotovoltaicos, moinhos ou turbinas que usam o vento, uso de águas quentes e vapores do interior da terra;
Bioconstrução: uso de materiais naturais provenientes do local ou reciclados, design com melhor aproveitamento de espaços – para requerir o menor aproveitamento de recursos o possível –, gomas de borracha, garrafas e latas são muito usados na construção;
Reciclagem: projetos locais desenvolvem técnicas de separação e reciclagem de resíduos sólidos, visando reduzir o impacto na produção;
Educação: atividades educativas para disseminar conhecimento são aplicados no local, como seminários, workshops e programas de estudo.

Ecovila Rio Azul, Argentina

 (Divulgação/CASACOR)

Formado por um coletivo de pessoas e famílias, que vivem em um terreno na beira do Rio Azul, o projeto desenvolvido por membros da comunidade visa buscar a forma sustentável que pode ser replicada e demonstrada como experiência sustentável. A divisão é por famílias: as responsáveis por bioconstrução, educação e permacultura.

Água: Reaproveitamento de águas de chuvas, estratégias de irrigação, métodos de captura e armazenamento e reutilização de águas cinzas;
Energia: O uso de equipamentos pouco poluentes para fonte de energia, como painéis fotovoltaicos, moinhos ou turbinas que usam o vento, uso de águas quentes e vapores do interior da terra;
Bioconstrução: os princípios de concepção se preocupam com o meio ambiente, como por exemplo não agressão do local, melhor uso de materiais naturais, provenientes do local ou naturais, além de projetar o design com melhor aproveitamento dos espaços, para requererem o mínimo possível de recursos naturais. Os detalhes da construção garantem longa durabilidade dos materiais e fácil manutenção;
Reciclagem: Projetos locais contemplam diferentes atividades de separação e reciclagem de resíduos, visando diminuir o impacto;
Educação: atividades educativas para disseminar conhecimento são aplicados no local, como seminários, workshops e programas de estudo.

Madre Tierra, Argentina

 (Divulgação/CASACOR)

A fazenda familiar agrícola também desenvolve um projeto sustentável. O foco é a cultivo e processamento de alimentos orgânicos. São produzidos uma variedade de massas, molhos, grãos integrais, feijões, frutas secas, hambúrgueres vegetarianos e mais.

Agricultura Orgânica: usam uma técnica de cultivo de alimentos, que mantém as estruturas do solo, sem alterar suas propriedades ou necessitar do uso de produtos químicos e sementes transgênicas. Entre as técnicas estão: cultivo rotativo de alimentos, compostagem, controle biológico de pragas, uso de esterco animal e adubos naturais;
Bioconstrução: princípios sustentáveis de concepção e desenho, como não agressão do local, melhor utilização de materiais e design com melhor aproveitamento de espaços;
Educação: atividades educativas que disseminam conhecimento holístico e sustentável, como seminários, workshops, eventos e programas de estudo;
Permacultura: Promovem o método holístico de planejar, atualizar e manter sistemas de escala humana.

Granjardín, Argentina

 (Divulgação/CASACOR)

Fundado em 2000, o projeto familiar de permacultura promove atividades educativas, principalmente para jovens com necessidades especiais. Estudantes do Instituto Esperanza cuidam dos animais que vivem por lá, aprendem a reciclar e técnicas de bioconstrução, fornos solares e compostagem.

Agricultura Orgânica: cultiva alimentos mantendo a estrutura original do solo, sem alterar propriedades naturais, utilizar produtos químicos ou sementes transgênicas;
Energias renováveis: energia solar, eólica, hidráulica e geotérmica são usadas na comunidade;
Bioconstrução: princípios sustentáveis de concepção e desenho são aplicadas na construção. Alta planificação e inúmeros detalhes garantem longa durabilidade e fácil manutenção da obra.
Reciclagem:  projetos locais promovem separação e reciclagem de resíduos sólidos, pensando em reduzir o impacto ambiental;
Educação: atividades educativas, como seminários, workshops, eventos e programas de estudos são feitos para disseminar conhecimento holístico e sustentável;
Permacultura: promovem o método holístico de planejar, atualizar e manter sistemas de escala humana;
Criação de animais: a criação sustentável de animais que não estão em extinção, com a ajuda de recursos animais, otimiza cultivos e gera subsídios próprios. Entre os bichos estão: peixes, aves, vacas, porcos e cavalos.

Comunidade LaBanda, Argentina

 (Divulgação/CASACOR)

Localizada em Luis Beltrán, em Rio Negro, na Patagônia, o projeto desenvolvido pela comunidade local partiu de um grupo de artistas, educadores e ativistas que buscavam uma vida em harmonia com a terra, arte e ecologia.

Agricultura Orgânica: técnica de cultivo de alimentos que mantém estruturas originais do solo sem alterar suas propriedades, utilizar produtos químicos ou sementes transgênicas;
Bioconstrução:  princípios sustentáveis de concepção e desenho, sem agredir o local e visando o melhor uso de materiais;
Permacultura: valorização do método holístico de planejar, atualizar e manter sistemas de escala humana.

Amatreya, Argentina

 (Divulgação/CASACOR)

A comunidade, fundada a partir da fusão de duas outras – uma argentina, e outra uruguaia –, fica nas montanhas ao sul de Córdoba. Unida pela visão do mundo espiritual, que orienta o local a ser uma cidade de luz, vivendo com reserva natural em harmonia com a natureza.

Agricultura Orgânica: técnica de cultivo de alimentos que mantém estruturas originais do solo sem alterar suas propriedades, utilizar produtos químicos ou sementes transgênicas;
Água: estratégias como reaproveitamento de águas de chuva, de irrigação, de métodos de captura e armazenamento de águas e reutilização de águas cinzas são aplicadas;
Energias Renováveis: provenientes de recursos naturais, energia solar, eólica, hidráulica e geotérmica são usadas;
Bioconstrução: princípios sustentáveis de concepção e desenho, sem agredir o local e visando o melhor uso de materiais;
Educação: atividades educativas, como seminários, workshops, eventos e programas de estudos são feitos para disseminar conhecimento holístico e sustentável;
Permacultura: Promovem o método holístico de planejar, atualizar e manter sistemas de escala humana.

CASACOR produz uma série de oito matérias, agrupadas por países, que apresentam esse modo de viver em harmonia com a natureza e os animais. Clicando aqui, você confere um mapa interativo dos países que apostam na sustentabilidade como estilo de vida e quais os preceitos que as comunidades devem seguir.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.