Artboard Created with Sketch.

Casa das Birutas: uma residência autossustentável com telhado de bambu

Projetada pelo escritório Gera Brasil, a casa foi construída com técnicas de bioconstrução e tecnologias que a transformaram em autossustentável

 (Gera Brasil/CASACOR)

Projetada pelo escritório Gera Brasil, dos arquitetos Karen Ueda, Nilce Pinho e Antonio Vissotto, a Casa das Birutas foi construída com técnicas de bioconstrução e tecnologias que a transformaram em uma residência autossustentável.

 (Gera Brasil/CASACOR)

O telhado da casa foi feito de bambu, a estrutura em madeira certificada e o muro de arrimo de hiperabode (terra local ensacada). Os arquitetos ainda aproveitaram o maior número possível de materiais da obra e do descarte comum. Mais de seis mil garrafas de vidro foram utilizadas como piso dos degraus, distribuídos ao longo do terreno íngreme.

 (Gera Brasil/CASACOR)

Água e Energia

Para reduzir o consumo de energia para iluminação e aquecimento/ resfriamento do ambiente, o projeto prioriza a ventilação cruzada, a iluminação natural e a vedação dos espaços para conforto térmico. A residência ainda usa energia solar para aquecer a água dos chuveiros. A Casa das Birutas também possui um sistema BSI (Biossistema Integrado) que transforma esgoto e restos de alimento em biogás, que é utilizado para cozinhar.

 (Gera Brasil/CASACOR)

Como a residência está localizada em uma área distante do sistema de água e esgoto, na ecovila de Piracaia, a água potável é retirada de uma nascente e é utilizada apenas para os chuveiros, o filtro e as pias. As descargas dos vasos sanitários e a irrigação do jardim é feita com água captada da chuva, o que gerou uma economia de 36% para os moradores.

Paisagismo

O paisagismo da propriedade foi pensado a partir do sistema agroflorestal, que produz alimentos por uma mecânica inteligente em parceria com a floresta existente. Jardins também foram instalados no relevo acidentado existente para conter o fluxo d’água nas enxurradas e prevenir a erosão.

 (Gera Brasil/CASACOR)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.