Artboard Created with Sketch.

A delicadeza da arquitetura japonesa em espaço da CASA COR SP 2016

O escritório Yamagata Arquitetura apresenta alguns dos fundamentos mais elementares da arquitetura urbana: otimização de espaço, sustentabilidade, ergonomia e poesia

01-shoji04-casacorsp

 (/)

Conceitos de paz, calmaria, ergonometria misturados com design e urbanismo são pautados no projeto da Yamagata Arquitetura na CASA COR São Paulo 2016. O escritório, que neste ano abre sua filial na metrópole paulista e faz a adesão de dois associados (o designer de interiores Bruno Rangel e o consultor de estilo Aldi Flosi), estreia na mostra paulista com o Shoji 04, um espaço de 84 m² que remete aos pequenos e aconchegantes espaços do Japão, mas sem folclores étnicos: a caixa poderia estar inserida em qualquer cidade cosmopolita do mundo. 

02-shoji04-casacorsp

 (/)

A delicadeza da arquitetura japonesa e os painéis de shoji, usados para setorizar e dividir as áreas nas casas orientais, foram algumas das referências para a formatação deste ambiente que absorve cozinha, banheiro, quarto e áreas sociais de estar e jantar. 

04-shoji04-casacorsp

 (/)

O trio se pautou em fundamentos mais elementares da arquitetura urbana para criação do Shoji 04: otimização de espaço, sustentabilidade, ergonomia e poesia. A mesma madeira, que serve de divisória, deixa a luz entrar generosamente, em conexão com os preceitos de sustentabilidade e conexão com a natureza.

05-shoji04-casacorsp

 (/)

A filosofia estética oriental do Wabisabi, onde a beleza das imperfeições é altamente valorizada, também estão presentes neste oásis metropolitano que tem a paciência do branco como cor predominante nas lajes de concreto, elementos industriais e paredes patinadas pela ação do tempo.

03-shoji04-casacorsp

 (/)

A curadoria de arte traz a assinatura de Alessandro Sartore, reunindo obras de artistas com prestígio universal, alma e RG carioca. Mas, de novo, sem aparthaids geográficos, olhando para a casa contemporânea de uma forma muito mais zen, que interpreta no espaço doméstico uma narrativa moderna de valores ancestrais. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.